quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Subsidio adolescentes vestir do que é bom n.7


                            SUBSIDIO ADOLOESCENTES N.7 
                  COMENTARIOCOLOSSENCES 3.1-16 
                            VESTIR DO OQUE É BOM



                                           Professor Mauricio Berwald

I. O apóstolo exorta-nos a definir nossos corações em cima do céu e levá-los fora deste mundo, Colossenses 3: 1-4 . II. Ele exorta à mortificação do pecado, nas várias instâncias dele, Colossenses 3: 5-11 . III. Ele sinceramente pressiona ao amor mútuo e compaixão, Colossenses 3: 12-17 . E conclui com exortações aos deveres relativos, dos maridos e esposas, pais e filhos, senhores e servos,
Colossenses 3: 18-25 .

versículos 1-4
A vida espiritual.  AD 62.

1 Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. 2 Pensai nas coisas do alto, não nas que são da terra. 3 porque morrestes, ea vossa vida está escondida com Cristo em Deus. 4 Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.

O apóstolo, tendo descrito nossos privilégios por Cristo na primeira parte da epístola, e nossa descarga do jugo da lei cerimonial, vem aqui para pressionar em cima de nós o nosso dever como dali inferida. Embora nós são feitas livre da obrigação da lei cerimonial, não, portanto, seguir para que possamos viver como nós lista. Devemos caminhar mais perto de Deus em todas as instâncias de obediência evangélica. Ele começa com exortando-os a definir os seus corações no céu, e levá-los fora deste mundo: . Se você, em seguida, subiram com Cristo É nosso privilégio que temos já ressuscitastes com Cristo, isto é, ter o benefício pela ressurreição de Cristo, e em virtude de nossa união e comunhão com ele são justificados e santificados, e será glorificado. Por isso, ele infere que devemos buscai as coisas que são de cima. Temos de importar as preocupações de um outro mundo mais do que as preocupações deste. Temos de fazer o céu nosso escopo e objetivo, buscar o favor de Deus acima, manter a nossa comunhão com o mundo superior pela fé e esperança, e amor santo, e torná-lo nosso cuidado constante e de negócios para garantir o nosso título e qualificações para a bem-aventurança celestial. E a razão é porque Cristo está sentado à direita de Deus. Aquele que é o nosso melhor amigo e nossa cabeça é avançado para o maior dignidade e honra no céu, e tem ido antes para garantir-nos a felicidade celestial e, portanto, deve procurar e garantir que ele tenha comprado em tão vasto uma despesa, e está tomando tanto cuidado aproximadamente. Devemos viver uma vida como Cristo viveu aqui na terra e vive agora no céu, de acordo com as nossas capacidades.

I. Ele explica este dever ( Colossenses 3: 2 ): . Defina suas afeições nas coisas do alto, não nas que são da terra observar, procurar coisas celestiais é definir nossas afeições sobre eles, amá-los e deixar os nossos desejos ser no sentido de eles. Sobre as asas do afeto do coração sobe para cima, e é levada adiante em direção aos objetos espirituais e divinos. Devemos familiarizar-nos com eles, estima-los acima de todas as outras coisas, e colocar para fora de nós mesmos, em preparação para o gozo deles. David deu essa prova de sua amando a casa de Deus, que ele diligentemente procurou-se depois, e preparado para isso, o Salmo 27: 4 . Esta é a inclinação do Espírito ( Romanos 8: 6 ), e buscar e desejam uma pátria melhor, isto é, a celestial, Hebreus 11:14 , 16 . Coisas na Terra estão aqui colocadas em oposição . Coisas acima Não devemos dote sobre eles, nem esperar muito deles, para que possamos definir nossas afeições no céu o céu ea terra são um contrário ao outro, e uma suprema consideração a ambos é inconsistente e a prevalência de nossa afeição a um irá proporcionalmente enfraquecer e diminuir o nosso carinho para o outro.

II. Ele atribui três razões para isso, Colossenses 3: 3 , 4 .

1. Que estamos mortos ou seja, para apresentar as coisas, e como nossa porção. Estamos tão na profissão e obrigação de que estamos sepultados com Cristo, e plantou na semelhança da sua morte. Cada cristão é crucificado para o mundo, e o mundo está crucificado para ele, Gálatas 6:14 . E se estamos mortos para a terra, e renunciaram a ele como nossa felicidade, é absurdo para nós para definir nossas afeições sobre ela, e procuram -lo. Devemos ser como uma coisa morta para ele, impassível e não afetado em direção a ela.

2. Nossa verdadeira vida está no outro mundo: Você está morto, e sua vida está escondida com Cristo em Deus, Colossenses 3: 3 . O novo homem tem sua dali subsistência. Ela nasce e se alimenta de cima e na perfeição da sua vida é reservado para esse estado. Ele está escondida com Cristo não escondeu de nós somente, no ponto de sigilo, mas escondeu para nós, denotando segurança. A vida de um cristão está escondida com Cristo. Porque eu vivo vós vivereis, João 14:19 . Cristo é, actualmente, um Cristo escondido, ou uma a quem não vimos , mas este é o nosso conforto, que a nossa vida está escondida com ele, e pôs-se de forma segura com ele. Como temos razão para amá-lo a quem não vimos ( 1 Pedro 1: 8 ), para que possamos tomar o conforto de uma felicidade fora de vista, e reservada nos céus para nós.

3. Porque na segunda vinda de Cristo, esperança para a perfeição da nossa felicidade. Se vivemos uma vida de pureza e devoção cristã agora, quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, seremos também aparecem com ele em glória, Colossenses 3: 4 . Observe: (1) Cristo é a vida de um crente. Eu vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim, Gálatas 2:20 . Ele é o princípio eo fim da vida do cristão. Ele vive em nós pelo seu Espírito, e nós vivemos com ele em tudo que fazemos. Para mim o viver é Cristo, Filipenses 1:21 . (2.) Cristo aparecerá novamente. Ele agora está se escondeu e os céus deve conter , mas ele aparecerá em toda a pompa do mundo superior, com os seus anjos, e em sua própria glória e glória de seu Pai, Marcos 8:38 ; Lc 9:26 . (3.) Devemos então aparecer com ele em glória. Será a sua glória de ter a sua resgatadas com ele, ele virá para ser glorificado nos seus santos ( 2 Tessalonicenses 1:10 ) e será a sua glória para vir com ele, e estar com ele para sempre. Na segunda vinda de Cristo, haverá uma assembleia geral de todos os santos e aqueles cuja vida agora está escondida com Cristo deve então aparecer com Cristo em glória que ele mesmo gosta, João 17:24 . Nós olhamos para essa felicidade, e que não devemos definir nossas afeições sobre aquele mundo, e viver acima deste? O que há aqui para nos fazer apaixonado por ela? O que há não há desenhar nossos corações a ele? Nossa cabeça está lá, nossa casa está lá, o nosso tesouro está lá, e esperamos estar lá para sempre.

versículos 5-7
Necessidade de Mortifying Sin.       AD 62.

5 Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a prostituição terra, impureza, a paixão, a vil concupiscência, ea avareza, que é idolatria: 6 Porque quais coisas a ira de Deus sobre os filhos da desobediência: 7 No que vós também andou algum tempo, quando vivíeis nelas.

O apóstolo exorta os colossenses a mortificação do pecado, o grande obstáculo para buscar as coisas que são de cima. Uma vez que é o nosso dever de definir nossas afeições nas coisas celestiais, é nosso dever para mortificar nossos membros que estão sobre a terra, e que, naturalmente, nos inclinam para as coisas do mundo: "Mortifique-los, isto é, subjugar os hábitos viciosos de espírito que prevaleceu em seu estado Gentile Matá-los, reprimi-los, como você faz ervas daninhas ou vermes que se espalhou e destroem tudo sobre eles, ou como você mata um inimigo que luta contra você e feridas vocês. "-. Os seus membros que são sobre a terra , quer os membros do corpo, que são a parte terrestre de nós, e foram esmeradamente tecido nas partes mais baixas da terra ( Salmo 139: 15 ), ou os afetos corruptos da mente, que nos levam às coisas terrenas , os membros do corpo de morte, Romanos 7:24 . Ele especifica,

I. Os desejos da carne, para o qual eles foram antes, então muito notável: fornicação, impureza, a paixão, a vil concupiscência --as várias funcionamento dos apetites carnais e impurezas da carne, que o espectáculo de seu antigo curso da vida, e que eram tão contrária ao estado cristão ea esperança celeste.

II. O amor do mundo: ea avareza, que é idolatria , isto é, um amor desordenado do bem presente e prazeres exteriores, que procede de um valor muito elevado na mente, coloca em cima de uma busca muito ansioso, dificulta o uso adequado e gozo de -los, e cria o medo ansioso e tristeza imoderada para a perda deles. Observe, cobiça é idolatria espiritual: é a doação de que o amor eo respeito à riqueza mundana que são devidos somente a Deus, e carrega um maior grau de malignidade nele, e é mais altamente provocando a Deus, do que normalmente se pensa. 
E é muito observável que, entre todas as instâncias do pecado que os homens bons são registrados na escritura ter caído (e não há praticamente nenhum, mas um ou outro, em uma ou outra parte de sua vida, ter caído), há nenhuma instância em toda a escritura de qualquer bom homem acusado de cobiça. Ele passa a mostrar como é necessário para mortificar pecados, Colossenses 3: 6 , 7 . 1. Porque, se não matá-los, eles vão matar-nos: Por que coisas 'causa a ira de Deus sobre os filhos da desobediência, Colossenses 3: 6 . Veja o que todos nós somos, por natureza, mais ou menos: somos filhos da desobediência: não só as crianças desobedientes, mas sob o poder do pecado e naturalmente propenso a desobedecer. A ímpios são afastados desde o ventre andam errados, logo que nascem, falando mentiras, Salmo 58: 3 . 
E, sendo filhos da desobediência, somos filhos da ira, Efésios 2: 3 . A ira de Deus vem sobre todos os filhos da desobediência. Aqueles que não obedecem aos preceitos da lei incorrer nas penalidades do mesmo. Os pecados que ele menciona foram os seus pecados em seu pagão e idólatra estado, e eles foram, então, especialmente os filhos da desobediência e mesmo assim esses pecados trouxe juízos sobre eles, e eles expostos à ira de Deus. 2. Devemos mortificar esses pecados, porque eles viveram em nós: Em que você também andou algum tempo, quando você viveu neles, Colossenses 3: 7 . Observe, a consideração que temos vivido anteriormente em pecado é um bom argumento por isso que agora deve abandoná-lo. Nós andamos em by-caminhos, portanto, vamos caminhar em si não mais. Se fiz alguma maldade, vou fazer mais nada, Jó 34:32 . O tempo passado a nossa vida pode nos bastar ter feito a vontade dos gentios, andando em dissoluções, 1 Pedro 4: 3 .-- Quando você viveu entre aqueles que fizeram essas coisas (por isso alguns compreendê-lo), então você caminhou nessas práticas malignas. É uma coisa difícil de viver entre aqueles que fazem as obras das trevas e não ter comunhão com eles, como é andar na lama e contrair nenhum solo. Vamos manter fora do caminho dos malfeitores.

versículos 8-11
Necessidade de Mortifying Sin.       AD 62.

8 Mas agora vos também de tudo isto ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. 9 não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos 10 E puseram sobre o novo homem, que é renovado em conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou: 11 Onde há grego nem judeu , circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, escravo nem livre, mas Cristo é tudo em todos.

Como estamos a mortificar apetites desordenados, por isso estamos a mortificar paixões desordenadas ( Colossenses 3: 8 ): Mas agora você também de tudo isto, a ira raiva, malícia e estes se opõem ao projeto do evangelho, bem como Grosser impurezas e, apesar de serem maldade mais espiritual, não menos maldade neles. A religião evangélica introduz uma alteração do superior, bem como os poderes inferiores da alma, e apoia o domínio da razão direita e consciência sobre o apetite e paixão. Raiva e ira são ruins, mas a malícia é pior, porque é mais arraigados e deliberada é a raiva aumentada e resolvido. 
E, como os princípios corruptos do coração deve ser cortado, assim que o produto deles na língua como a blasfêmia, que parece lá para dizer, não tanto falar mal de Deus como falar mal dos homens, dando a linguagem mal a eles, ou levantar relatórios mal deles, e ferindo o seu bom nome por quaisquer artes do mal, - das palavras torpes, isto é, todos lasciva e do discurso devassa, que vem de uma mente poluída no alto-falante e propaga as mesmas contaminações nos ouvintes, - -e mentir: not Lie uns aos outros ( Colossenses 3: 9 ), pois é contrário tanto à lei da verdade e da lei do amor, é tanto injusto e cruel, e, naturalmente, tende a destruir toda a fé e amizade entre os homens . Mentir faz de nós como o diabo (que é o pai da mentira ), e é uma parte principal da imagem do diabo em nossas almas e, portanto, somos advertidos contra este pecado por esta razão geral: Vendo já vos despistes do velho homem com a sua feitos, e vos vestistes do novo homem, Colossenses 3:10 . 
A consideração que temos por profissão aniquilar o pecado e abraçado a causa e juros de Cristo, para que tenham renunciado todo o pecado e ficar noiva de Cristo, devem fortificar-nos contra este pecado da mentira. Aqueles que já vos despistes do velho homem ter colocado-o com os seus atos e aqueles que se revestiram do novo homem deve colocar em todos os seus atos - não só defendem os bons princípios, mas representá-las em uma boa conversa. O novo homem é dito ser renovado em conhecimento, porque uma alma ignorante não pode ser uma boa alma. Sem o conhecimento do coração não pode ser bom, Provérbios 19: 2 . 
A graça de Deus trabalha sobre a vontade e afeições, renovando o entendimento. Luz é a primeira coisa na nova criação, como foi no primeiro: segundo a imagem daquele que o criou. Foi a honra do homem na inocência que ele foi feito à imagem de Deus, mas que a imagem foi desfigurado e perdeu pelo pecado, e é renovado pela graça santificante: para que uma alma renovada é algo parecido com o que Adão estava no dia em que ele foi criado. No privilégio e dever de santificação não há grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, escravo nem livre, Colossenses 3:11 . Agora não há diferença resultante de diferentes países ou diferentes condições e circunstâncias da vida: é tanto o dever de um como do outro para ser santo, e tanto o privilégio de um como do outro para receber de Deus a graça de ser assim. Cristo veio para derrubar todos os partição paredes, para que todos possam estar no mesmo nível diante de Deus, tanto no dever e privilégio. E por esta razão, porque Cristo é tudo em todos. Cristo é um cristão de tudo, o seu único Senhor e Salvador, e toda a sua esperança e felicidade. E para os que são santificados, tanto um como o outro, e tudo o que eles estão em outros aspectos, ele é tudo em todos, o Alpha e Omega, o princípio e o fim: ele é tudo em todas as coisas para eles.(Mathew Henrys, comentário do novo testamento).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAZ DO SENHOR

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.