terça-feira, 3 de novembro de 2015

PRECISAMOS DE AVIVAMENTO


                                      Precisamos de Avivamento
                         Artigo Mauricio Berwald 

  



No avivamento de Israel sob o profeta Elias, este homem de Deus foi um instrumento poderosamente usado pelo Senhor. Seu primeiro passo foi “ reparar o altar do Senhor que estava quebrado”. Logo o profeta colocou no altar doze pedras, representando as doze tribos completas e unidas, e não apenas dez pedras – as tribos incompletas e divididas do chamado reino do norte, onde vivia o profeta Elias.

É notável este fato do profeta trabalhar com doze pedras, sendo ele do reino das dez tribos. Não é de admirar que o poderoso avivamento que se seguiu levou o povo de volta aos pés do Senhor e também varreu o baalismo idolátrico de Israel.
O que pode fazer um povo dividido e desunido? Se por acaso vier a fazer algo, os males inevitáveis da desunião e da rebeldia atrofiarão tudo o que fizer.
Vemos o princípio da unidade também no grandioso avivamento bem retratado em Ezequiel 37. O texto sagrado afirma que “cada osso se uniu ao seu osso”.imaginai um osso estranho unindo-se a um corpo que não era o seu, e portanto diferente na idade, na altura, nas variações diversas etc. isso seria uma imensa e confusa babel, em que cada um estaria sem direção, sem dono e sem identidade como individuo e como grupo. E é o que esta acontecendo com os chamados movimentos avivalistas de renovação carismática por toda parte do mundo.

                                   AVIVAMENTO REAL

O avivamento real do povo de Deus é uma das grandes promessas divinas conforme podemos ver em atos 2.16-21 e Joel 2.28-32: “e há de ser que, depois, derramei o meu espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas ,naqueles dias, derramei o meu Espírito. E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue, e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”.É edificante notar que Joel, o profeta do pentecoste, foi contemporâneo do profeta Eliseu, sendo aquele profeta do reino do sul (Judá) e este, do Reino do Norte (Israel).
A solução divina para a restrição e detenção, na igreja atual, da avalanche de secularismo, mundanismo, comodismo, conformismo e transigência com o erro, o pecado e o mal, é um real avivamento bíblico, soberano, poderoso, divino, sobrenatural, irresistível e duradouro, no seio da igreja em geral e nas suas instituições.
Assim como Deus fez a igreja surgir avivada no espírito, como vemos no livro de atos dos apóstolos, ele mesmo avivará poderosamente a sua igreja nestes últimos dias que precedem a segunda vinda de Jesus, conforme atos 2.17 (“nos últimos dias”). Trata-se de um avivamento incomparavelmente maior que todos os precedentes. A promessa pentecostal de Joel 2.28 afirma quanto ao Espírito : “derramei o”; ao passo que atos 2.17 afirma “derramei do”. Então a plenitude da promessa, segundo Joel, aguarda um cumprimento futuro, e isso antes “do grande e glorioso dia do Senhor”.


                     AVIVAMENTO QUE PRECISAMOS 

O avivamento que a igreja do Senhor Jesus Cristo necessita detém as seguintes características:

1) Um avivamento de contrição total

Necessitamos de um avivamento de contrição total do povo de Deus perante o Senhor. Contrição é quebrantamento de espírito em nosso interior, acompanhado de profundo arrependimento demonstrado em nosso exterior, tudo pela ação poderosa do Espírito Santo. Esses estados da alma têm a ver com o pecado no seu duplo aspecto: o pecado como delito praticado e o pecado com estado imanente no pecador, na sua natureza, do qual o crente precisa ser sempre vencedor, pelo “sangue da sua cruz”, como bem nos mostra todo o texto do capitulo seis da epístola de Paulo aos Romanos.
O avivamento faz o crente ver o pecado na sua hediondez, como Deus o vê. Esse quebrantamento, como aqui descrito, produz total humilhação de crente diante de Deus. É em tal contexto espiritual que o avivamento se instala e o Espírito Santo assume a primazia, predomina e prevalece. Quem retarda, pois, o avivamento na igreja não são os incrédulos, mas nós os crentes. É só ler passagens como 2 crônicas 7.14: “e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

2) Um avivamento de perdão amplo e total com reconciliação 
O avivamento que precisamos também deve se caraterizar por um perdão total, de coração, com reconciliação entre os crentes, inclusive os obreiros.
Pessoalmente, tenho visto neste país muitos obreiros causando, acalentando e ainda justificado inimizades no ministério, e ainda achando que isto é uma virtude.

3) Um avivamento de liberdade financeira

É um avivamento de generosidade ampla entre os crentes, nas contribuições para a obra de Deus em geral: dízimos, ofertas, doações, mão de obra voluntaria, auxilio, cooperação de todas as formas. Ele também diz respeito á restituição aos outros, de tudo o que for alheio e que porventura esteja em nosso poder.
No avivamento espiritual sob o governo do rei Ezequias, vemos em ação a liberdade financeira espontânea do povo movido pelo Espírito de Deus(2Cr31.5-10).

4) Um avivamento de santidade de vida

Trata-se da santidade do crente manifesta em toda maneira de viver, como declara Pedro em sua primeira epístola: “mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda vossa maneira de viver”, 1Pd1.15.
Paulo fala que a satisfação deve se dar “em todo o vosso espírito, e alma , e corpo”(1Ts5.23). em êxodo 19.6, Deus disse ao seu povo: “vós me sereis povo santo”. Santo no seu viver e conduta, isto é, no caráter, no seu aspecto interno e externo. Nossa vida natural é uma série diuturna de hábitos, praticas e costumes. É evidente, portanto, que um povo santo, isto é, que pertence a Deus, tenha costumes santos.

5) Um avivamento de evangelização e missões

Esse é um dos aspectos do genuíno avivamento na vida da igreja. Quando avivada, Ela carateriza-se também por evangelizar e fazer missões. Este é um fato patente no livro de atos dos apóstolos e na historia subseqüente da igreja, sempre que ele é avivada. Avivamento e missões são fatos gêmeos, indivisos, inseparáveis.
6) Um avivamento de louvor e adoração santos ao Senhor
Em uma igreja onde o avivamento paira, ouve-se os “cânticos de Sião”,os “cânticos espirituais” mencionados em Efésios 5.19, cujo sentido da expressão vai muito além daquele que lhe é comumente atribuído.
Uma igreja com avivamento do Senhor não precisa de artistas e atores da musica, os quais vêm transformando o púlpito da casa do Senhor em palcos. A igreja não precisa de animadores de auditórios, nem de shows musicais por parte daqueles que só buscam chamar a atenção para si. Ela carece, sim, de “verdadeiros adoradores, que O adorem em espírito e em verdade”(Jo 4.24).
Hoje temos pouco do verdadeiro louvor e adoração, porque tais coisas devem ser precedidas de sacrifício espiritual ao Senhor (2Cr 29.27-30; Hb 13.15; S1 50.23- “sacrifício de louvor”). Há pouco ou nenhum louvor no espírito, por que falta o componente celestial na adoração e também nos adoradores – o sacrifício espiritual ao Senhor.

7) Um avivamento de batismo no Espírito Santo

Trata-se de um avivamento de batismo constante no Espírito Santo, com a manifestação sobrenatural das línguas estranhas e operação de milagres como sinais prometidos por Jesus, em Marcos 16.17-18.
8) Um avivamento de oração intercessória e jejumTudo isso de modo continuo. Isso faz parte dos avivamentos da historia. Podemos ver isso claramente na bíblia, em textos como Habacuque 3.2, 2crônicas 7.14 e salmos 7.14 e 119. Varias vezes a oração do salmista é “avivanos, Senhor”.

9) Um avivamento de ensino da palavra de Deus

É um poderoso e ungido movimento de ensino da palavra de Deus nos templos, nos lares, nos educandários das igrejas, nas publicações, nos hinos cantados etc. É um ensino continuado da doutrina, como no avivamento de atos 2 – “permaneciam na doutrina (ensino) dos apóstolos” -, e que seja ao mesmo tempo desejado e buscado pelos crentes, como quem tem muita sede e muita fome da palavra de Deus.
Um tal ensino conduz igualmente á conversão de pecadores. Podemos ver isso em salmos 51.13, atos 13.21 e Lucas 20.1, onde Jesus aparece “ensinando e anunciando o evangelho” ao mesmo tempo.

10) Um avivamento de destruição dos nossos ídolos do coração

Um avivamento verdadeiro promove a destruição dos nossos deuses do coração. Sem avivamento, as coisas naturais desta vida se tornam deuses dentro de nós, como as riquezas, o sucesso, a posição (status), o trabalho exagerado de modo a deixar-nos sem tempo para adorar a Deus; o prazer incontido na glutonaria, nas diversões e nos passatempos “inofensivos”; na vaidade do espírito humano etc.
Em nossa vida, um Deus é tudo aquilo que torna o lugar do verdadeiro Deus e que ocupa o nosso coração, nosso tempo e nossa atenção. Deus ou é Senhor absoluto da nossa vida, ou somos nós que mandamos em nós mesmos. Não há meio termo, pois Deus não divide o seu senhorio nem a sua glória com ninguém.
Jacó, ao experimentar um principio de avivamento espiritual em sua vida, deu um basta nos ídolos de casa (Gn35.1-4). Samuel, o admirável homem de Deus,no avivamento de seus dias exortou o povo a destruir seus próprios ídolos (1Sm7.3-6).

11) Um avivamento segundo o modelo da palavra de Deus

O verdadeiro avivamento é sem mais, sem menos, sem inovações, sem distorções. É uma avivamento segundo os princípios estabelecidos na palavra de Deus (S1 119.25,154 – “segundo a tua palavra”).
Em Levítico 10, logo após ser instituído o ministério levítico, dois sacerdotes ofereceram “fogo estranho” perante o Senhor, e foram mortos ali mesmo. Tratava-se de fogo não da parte do Senhor;não fogo sagrado. Era um fogo não obtido do altar dos sacrifícios. Se a lei continuasse a vigorar hoje, os cemitérios estariam repletos de falsos avivalistas mortos. Atestado de óbito: “morte prematura por falsa identidade ideológica cristã”.
Só o avivamento do espírito do Senhor pode realmente vivificar-nos (Jo6. 63). O fogo sagrado das lâmpadas do candelabro era regulado para que não se apagasse, nem se excedesse. Para tanto, havia acendedores (avivadores) e também reguladores do fogo. A mesma coisa aparece no grandioso templo de Salomão, que também prefigura a Igreja como templo do Senhor (Ex 25.37,38; 1Rs7.49-50).

12) Um avivamento abrangendo a igreja e as famílias da igreja

Não podemos ter igrejas avivadas, despertadas, renovadas de fato, com lares distanciados de Deus, indiferentes e até refratários ao avivamento espiritual (Dt20. 5). Uma casa edificada precisa também ser consagrada.
Em atos 1.13, o avivamento pentecostal que deu origem á igreja começou em uma casa de família, e assim continuou naqueles dias, como vemos em atos 5.32: “no templo e nas casas”. É oportuno mencionar aqui que o termo “lar”, no seu original latino, implica algo fortemente aquecido.

                                   CONSIDERAÇÕES 

Após esse breve estudo, é importante considerarmos pelo menos cinco coisas:
1) Uma igreja sem autentica renovação espiritual constante, primeiro, cai na rotina, o que significa ficar parada no tempo e no espaço; isto é, trabalha, mas não avança, não progride. Segundo, essa igreja não resiste nem supera as rápidas mutações de comportamento da sociedade ímpia ao seu redor; e terceiro, ela perde a guerra espiritual contra “a carne” (no sentido bíblico, é evidente) como em Gálatas 3.3; 5.17; 1 coríntios 3.1-4 e Romanos 7.14-24. 
2) O crente realmente regenerado pelo espírito precisa manter-se renovado pelo mesmo espírito (Tt3. 5;2Co4.16).
3) Preparemos “o caminho do Senhor” para o avivamento (Mt3.3). avivamento espiritual não é só ter o fogo e calor(fervor) do Espírito Santo. É preciso continuar a avivar a chama do fogo. Em 1 Timóteo 1.6, Paulo diz: “Despertes o dom de Deus que existe em ti”. No original grego, essa passagem é lida, literalmente, como “aviva a chama do fogo do alto”. É a nossa parte no avivamento do senhor.
4) Lembremos o caso ocorrido com mahatma ghandi, da Índia, anos atrás: “eu admiro, acato, e aceito o Cristo do Evangelho, mas não aceito esse cristianismo de vocês”.
5) Atendemos para as palavras do evangelista Billy Graham, em seus sermão no dia Nacional de Oração, em 14 de setembro de 2001: “prostremo-nos perante Deus, humilhados, contritos, arrependidos e confessando nossos pecados, para que tenhamos um avivamento. “Obreiro”
As consequencias do genuino avivamento ;reavivamento e pentecostalismo.
Estamos vivendo momento de perspetiva pentecostal;que exigem de nós uma reflexão séria e criteriosa daquilo que chamamos de avivamento.sem duvida ;este seculo está iniciando para um período de grande derramamento do Espirito Santo sobre todos que o buscam.Como prova disso ;eis o grande crescimento da igreja no brasil ;que ocorreu atravez de homens simples;ainda que sem preparo teológico;mas que eram incondicionalmente ;submissos a orientação do espirito Santo.comparando esse período inicial com quadro atual;que tipo de pentecostalismo ou avivamento estamos praticando.
O que é avivamento/ 1º ato ou efeito de acordar/2º tornar mais vivo /3º cobrar animo / 4ºintensidade/ 5º acordar /.segundo alguns pensadores; 1ºé mover do Espirito Santo trazendo um despertamento do cristianismo neo-testamentario.2ºé um choque na apatia e descaso.3ºé pensar no céu e esquecer dos negocios da terra.4]experiencia com Espirito Santo.concluimos ;disse vance havner.(avivamento é a operação de Deus entre seu povo .. é a volta do cristianismo do novo testamento ...é volta ao normal)
Que tipos de avivamento estamos hoje.
0 avivamento está inserido por 14 vezes no antigo testamento ;onde pelo menos 8 vezes se referem ao avivamento na historia dos judeus ;o qual foi marcada por circunstancias esprcificas.vejamos algumas dessesa avivamemtos.1ºavivamento na casa de jacó(gn 35.1-15)2ºna época do rei Asa (2cr 15.1-15)3ºno reino de joas(2 cr 23e 24)4ºnos dias de Ezeqiuas (2rs 18.4-7 e 2cr 34 e35)5ºdepois do exilio sob zorobadel Esdras 5-7)6ºnos dias de Nemias e Esdras.

No novo testamento ;está inserido cinco vezes;embora está claro que o assunto se encontra em todas paginas.Caracteristicas periodicos/temporais(progamaticos) 
Hoje interpreta-se como avivamento as exigências oriundas de progamações festevas como campanhas ;congressos;confraternizações etc;mas ainda não é avivamento tão esperado.Permanentes / contínuos
O avivamento é permanente ;é diário ;é continuo.é aquele que vem de dentro para fora e que começa em nós pela ação e operação do Espirito Santo ;indenpente de do dia ;semana;mês ;ano;sol ou chuva.Avivamento é o poder do Espirito Santo nas vidas resgatadas pelo sangue de jesus;tirando-as de /esconderijo de preconceito/medo/comodismo/pecado/paixão carnal/inutilidade/frieza espiritual/ E´o avivamento que leva o crente à batalha / linha de frente /a ganhar almas para jesus /combater contra o pecado /prepara o crente para os dias maus.
Moderno e tecnológico. avivamento magnético ;on´line ; pré moldado pré-moldado e pér fabricado ;que deixou de ser um movimento do Espirito Santo ;na unção dos púlpitos e com ação de nossas igrejas ;e passou a ser um movimento pentecostal e institucional ;onde predomina o orgulho denominacional.o avivamento da midiaque satisfaz os anseios culturais com tendencias e influencias e do mundanismo. 
teorico ou histórico.O avivamento não é peça de museu ;onde se escreve compêndios ;apenas tratados.teóricos de ouvir dizerFala se ;comenta se sobre avivamento do passado ;dos tempos de finey;wesley;da rua azuza atc.não se pode viver de passado e da teoria ou historia .é preciso buscar um avivamento verdadeiro ;biblico e autentico. 

                               Avivamento e reavivamento 
                         1º o aspecto denominacional.

Fala-se hoje muito em avivamentos ;usando um novo significado;que significa tornar a aviar novamente)por as igrejas históricas e tradicionais querem se pentecostalizare as pentecostais devem se cuidar para não se tradicionalizar.estamos vivendo um periodo de pentecostais classicos;indenpendentes das mudanças sociais. 

 NOVO ESTUDO BIBLICO DO LIVRO DE ATOS E SOBRE O BATISMO NO ESPIRITO SANTO 

A maior controversia em torno do assunto do batismo no Espirito Santo ,esta relacionado com evidencia dessa experiência .O povo pentecostal crê e ensina que o batismo no Espirito Santo evidencia-se externamente pelo falar em outras linguas de modo sobrenatural ,pelo poder do Espirito Santo.Outros grupos evangélicos crêem também que è possível receber o batismo ,mas divergem quanto á evidencia inicial de falar em linguás atos 2.2 em diante.Certos grupos evanélicos alegam que a prova do batismo é a manifestação dos frutos do Espirito Santo na vida do cristão,citam passagem de galartas 5:22.É verdade que esses frutos resultam da presença  do Espirito Santo no crente ,mas o batismo que é uma experiencia acompanhada de um sinal peculiar e claro.(notas apostila betel).
A unica maneira de se chegar a uma conclusão exata sobre o assunto é por de lado as muitas idéias prevalecentes e buscar a resposta nas Escrituras ,observando de que maneira foram batizados no Espirito Santo os crentes do 1° seculo,e aqui nesse estudos iremos citar comentários esclarecedores.O livro de atos registraos eventos ocorridos na igreja nessa época e logicamente é nesse livro que encontramos o padrão dessa experiência e a base das nossa fé sobre o assunto.(ibid).
 Cristo enche a vida e a Palavra de Deus torna-se preciosa .Sente-seum um grande zelo pela salvação dos pecadores .Tais resultados não são provenientes de oposiãos do mal.Pessoas que se opões ao movimento pentecostal gostariam de provar que a experiencia de falar em linguas sobrenaturais ,foi manifestação original somente para os tempos dos apótolos e que desde então esse fenomeno ,na sua forma legitima ,nunca mais se repitiu.(ibid).
Tais suposiões carece de fundamento ,pois varios primitivos pastores da igreja ,como :Irineu,tertuliano,agostinho ,joão crisostomo,no segunso século ,nas suas cartas e em outras obras literarias ,referem-se ao fenomeno ,comumente chamado "glossaria",como sendo experiencia em seus dias.Existem evidencias de que nos avivamentos surgidos durante os seculos seguintes ,o falar em outras linguas repetiu-se.registra-se que lutero o reformador na alemanha falava em outras linguas ,bem como tambem nos avivamentos metodistas de João Carlos Wesley,manifestou-se o mesmo ,bem como no avivamento de D.L.Moody.(ibid).
 Há evangélicos tambem nos dias de hoje que tambem admitem a possibilidade do falar em linguas atualmente tambem,mas mantem certas reservas,alguns dizem que esta experiencias não é para todos.Regeitamos tal ensino erroneo ,tal ensino resulte em ninguem receber o batismo.De uns tempos para cá ,multidões de crentes das igrejas pentecostais e tradicionais vem recebendo o genuino batismo no Espirito Santo,conforma a promessa divina em atos 2.17(ibid).
             
                        ENCHENDO JERUSALEM E O DIA
                                    DE PENTECOSTES 

O livro de atos dos apóstolos ,que relata a história da igreja Primitiva ,contem um bom numero de exemplos  do recebimento do Espirito Santo.Examinando bem o que aconteceu nessas ocasiões ,chegaremos a uma conclusão satisfatória.Podemos tambem determinar se o falar em linguas ,como experiencia para o crente nos nossos dias ,segue ou não as normas biblicas. Primeiramente notemos que no dia de pentecostes ,na experiencia do batismo no Espirito Santo ,participavam individuos ,e não uma coletividade.Essa recepção individual foi a cumprimento da promessa de Jesus mencionada em João 7.37,38.Todos os crentes que se achavam no Cenaculo no dia de Pentecostes foram cheios do Espirito Santo e falaram em outras li.Perguntaram os oponentes por que os pentecostais   apontam o "falar em linguas" como evidencia inicial do batismo ,uma vez que se manifestaram outros sinais ,como as linguas de fogo e o vento veemente no dia de pentecostes?É que verdade que houve esses fenomenos fisicos,contudo  somente no livro de atos ,levando-os a crer que esses sinais ,como que de fogo e vento ,eram peculiares aquela ocasião inicial,ao passo que as linguas continuam(ibid).
O livro de atos do apostolos que alguem ousou dizer poder-se-a chamar "atos do Espirito Santo" ou"atos da igreja",narra os primeiros passos da igreja do Senhor.A igreja começou em Jerusalem e dali estendeu-se em seus primeiros anos praticamente a todo mundo.Permaneceram na cidade de Jerusalém no monte das oliveiras,Jesus determinou aos seus discipulos que ficassem em Jerusalem ,que recebessem a promessa do Pai ,da qual ele havia falado(at  1:4;5;;8),a recomendação do Senhor tem haver com a sua ardente visão missionaria ,a qual padecera na cruz do calvário.E havia dito aos discipulos que pregassem o evangelho a toda criatura até os confins da terra. 
 Antes de iniciarmos o comentario sobra a descida do Espirito Santo ,lembre-me que os judeus celebravam sete importantes festas a saber:atos 2 registra a data da inauguração da igreja com sinais maravilhosos ,a manifestação de linguas,tem sido motivo de exteção debate para alguns que não aceitam o sinal de manifestação das linguas,a biblia refere-se lingua dos anjos(1 cor 13.10,lingua divina(1 cor 14.20,linguagem espiritual(1 cor 14.2),linguas de fogo (atos 2.30,novas linguas(mc 16.17).A experiencia vivida pelos apostolos nessa ocasião foi um fenomeno completamente novo atravez dos  seculos ,a igreja vem experimentanto essas experiencias´Pentecostal gloria Deus.

                      O DIA DE PENTECOSTES VERSOS 1-4 

V.1"... cumpriu-se o dia de Pentecostes...".O termo pentecostes procede originalmente da festa judaica chanada de "festas das semanas ou hag shabuot,como descreve o antigo testamento (Lv 23.15-25 Dt 16.9-12).Essa festa era comemorada sete semanas depois da pascoa.Literalmente ,o termo significa "festa dos periodos de sete",em razão  de a festa ser comemorada a partir do dia seguinte ao setimo sabado,após o dia das primicias (Lv 23.15-16.)Outra experssão da qual se deriva o vocabulario'pentecostes' é "hamishim" yon,"que significa "festa do 50 dias"(Lv 23.16"),termo traduzido pela versão grega do antigo testamento por "pentekonta hemeras ,ou "quinquajésimo dia".A solene festa de pentecostes é chamada no antigo testamento de "festa das semans" "festa das primicias da sega do trigo""festa da colheita' e o dia das "primicias"-ocasião em que apresentam os primeiros frutos dos campos previamente plantados ex 23.16,34.22 nm 28.26,31 dt 16.9-12).Quanto ao passado ,a festa de pentecostes era uma santa celebração em que o adorador oferecia ao Senhor uma oferta voluntaria proporcional as bençãos recebidas do Senhor (dt 16.100.Mas no contexto profético é uma referencia á efusão do Espirito Santo sobre toda carne(jl 2.28,at 2.1-3).O dia de pentecostes era celebrado por todos os judeus ,tanto os que habitavam a Palestina quanto aqueles que estavam dispersos por todas as partes do mundo de então.
 Alguns destes judeus e prosélitos não costumavam frequentar a festa da pascoa em Jerusalem ,pelo fato de o clima não ser favoravel para longas peregrinações .No entanto quando as condições climaticas estavam favoraveis ,ocasião ,que coincidia com a festa de pentecostes ,todos convergiam a Jerusalem capital religiosa do judaismo.Com base fundamentada em atos 2.7-13 menciona pessoas de varias nações no dia de Pentecostes,judeus vindo de varias nações pelo clima lhes ser favoravel.A distancia entre Jerusalem e as regiões das quais os devotos procediam ,de monstram a importancia da festividades sagrada para eles .A festa foi uma estratégia para manifestação o poder de DEUS a todas aquelas localizações .O dia de pentecostes simboliza ,para a igreja ,o inicio da colheita de almas para Deus neste mundo.
 No seculo 1° da era cristã ,as comunidades Judaicas localizavam-se principalmente na parte oriental do império romano ,onde o grego era um idioma comum ,mas havia comunidades de oeste e leste ,desde a italia até babilonia.Alem dos povoc aqui mencionados ,os presentes no dia de pentecostes9at 2.9-110,incluíam visitantes da mesospotania e de regiões mais distantes do oriente da Partia ,Médio e Leilão (atual Irã).(notas b. de estudo pentecostal cpad).Aqueles que se tornaram cristãos em pentecostes incluindo judeus de varias nações foram os primeiros frutos de uma vasta colheita de almas.

 V.1"...estavam reunidos todos no mesmo lugar..."Aqui "reunidos" é ser unanimes ,ter consentimento mutuo ,estar de acordo ,ter unidade em grupo ,ter opinião e objetivo,harmonia,consentimento volitivo da igreja recém formada.Em cada uma de suas ocorrências mostra uma harmonia que leva a ação.(estrong).Os 120 at 1.15,a palavra "todos" aparecem diversas vezes em atos especialmente nos segundo capitulo (v 1,4,17,39,43,44).Como a palavra "todos" é inclusiva ,cada salvo é um candidato ao batismo no Espirito Santo ,observe ,contudo a salvação não é o batismo no Espirito Santo,este deve seguir se a salvação(at 1.14-14 ,2.38-39).Retrocedendo um pouco na leitura ,vemos "sobre meus servos e minhas servas..." at 2.18 ,leia tambem atos 19.2,jo 14.17 .(notas manual do obreiro cpad).
 Em atos 2.1 ,esta escrito "cumprindo-se o dia de pentecostes ,estavam reunidos no mesmo lugar',isso indica  não somente "união" mas "unidade no Espirito Santo"(v.4).Acabaram as discórdias ,as contendas as divergências pessoas em torno das coisas de Deus ,todos estavam ali juntos"reunidos'(ibid).
            
  V.2"...derrepente ,veio do céu um som...) (...som...)- um som vindo do ceu:-no dia do prometido derramamento de poder celestial ,a Palavra de Deus diz que veio do céu um som como de um vento o que esta ocorrendo atualmente em sua vida ,em sua igreja?O verdadeiro revestimento de poder do Espirito Santo vem do alto(lc 24.49 at 11.40.(notas manual do obreiro cpad).
Observemos que o Espirito Santo veio primeiramente com um "som".Um som para despertar ,os dormentes,para acordar do renovo espiritual.Um som para alertar de perigo .Para avisar ,um para convocar para o trabalho ;para reunir(1°cor 14.8).Um som para a igreja louvar a Deus ,com musicas sacra.(1°cronicas 16.42 e col 3.16).O som que veio do ceu era como de um vento ,isto é não houvem um vento natural de fato e sim algo semelhante as seus efeitos sonoros ,circundantes e propulsores.

                        O que se representa o VENTO?

 1.FALA  de 'força impulsora"-como nas velas dos barcos,no moinhos et.2.FALA separar -a palha do trigo do grão 9sl 1.4 mt 3.12),separa o leve dp esado .3Move moinha e movimenta agua,arvores 4.o vento fertiliza -levando o polem ,a vida (col 4.16 e jo 3.5-8) .5o vewnto limpa -arvores ,campos etc.6.o vento não tem cor ,favoritismo ,individualismo ,discriminação.7.O vento pertence não  a um clima unico -é universal 9ec 1.6 gn 1.2).9.O vento não tem cheiro ,mas espalha perfume -aqui é importante refletir sobre o papel do altar do incenso ,no tabernaculo.10°O vento ,quando se move é infalivelmente sentido notado.11°O vento refresca e suavisa o calor 12°O vento -o ar-alimenta e vivifica (pulmões ,e vida organica).em ez 37.8-10 ,naquela visão que Deus o mostrou sobre um vale de ossos secos(notas ibid).

 V.2"...encheu toda a casa em que estavam assentados...".A casa focou cheia-,o som como de um vento veemente e impetuoso encheu toda casa.Aquele primeiro derramamento do poder do Espirio Santo ocorreu numa resiencia ,numa casa de familia.Isso nos leva a refletir sobre o importante papel da familia cristã cheia do Espirito Santo ,para a igreja .A familia ,como primeira instituição divina na terra ,foi o meio pelo qual Deus iniciou o ciclo da história humana. Foi por meio dela ,ainda ,que ele iniciou ou nação que traria o messias ao mundo e o trouxe.

 V.3"...foram vistas por eles linguas repartidas...".O texto de atos 2.3 mostra que linguas como que de fogo foram repartidas .O verdadeiro tem algo para se "ouvir"do "ceu"(veio do ceu um som),para se "ver"do ceu "foram vistas,por eles linguas 'e para "repartir"tambem vindo do ceu "linguas".As linguas repartidas e vistas por todos ,foi uma experiencia publica e notória ,sendo todos os olhos abertos pele evidencia da lingua(lc 24.31).O própio Espirito Santo repartiu essas linguas de acocrdo com a medida da fé e os diferentes dons da cada um (RM 12.6;1°cor 7.20).Essas linguas fazem parte do revestimento do alto do batismo do Espirito Santo.
 Desceram como fogo (AT2.3 MT 3.11) porque o fogo produz  luz purifica aquece o coração (MT4.7 5.28).Vemos neste texto diversidades de linguas repartidas como de fogo ,isso nos fala das diversidades de linguas o fogo é a garantia de que Deus estava nesse negócio visto que para os Judeus a manifestação divina estava ligada ao fogo.Linguas de fogo",isso tambem pode ser uma alusão a sarça ardente (EX 3.25),Que simboliza a presença divina.A manifestação externa da descida do Espito Santo foi outro sinal de poder.Moises foi chamado por Deus com fogo(EX6.1-8).(notas b.est.pentecostal cpad).

Essa linguas "como que de fogo",isto é ,fogo sobrenatural, celetial ,e não fogo estranho.Veja a aplicação espiritual desse "fogo do céu":
                  1°.O fogo alastra-se,comunica-se.
              2°O fogo purifica.Contra impureza espiritual,a principal força é o Espirito Santo.
                3°.O fogo ilumina.E o saber ,o conhecimento das coisas de Deus.
                 4°O fogo aquece.A igreja é o corpo de Cristo.Todo corpo vivo é quente.
                5°O fogo ,para queimar bem,de depende muito da maneira ,se é boa ou ruin.Que tipo de "madeira" somos nós e tu?Disso tambem depende o fogo divino em nós.
                  6°O fogo tanto estira o ferro ,como a roupa macia
                7°quam nasce sob fogo não esmorce sob o sol.Foi o fogo do céu que fez o templo de Salomão a casa de Deus(2 cr 7.1 e 1cor 3.16).  
           
  V.4"...e todos foram cheios do Espirito Santo ..."-Todos cheios-Esse é o cumprimento inicial da promessa de Jesus (1.5-8).As expressões intercambiais aos ouvintes v.6 .Uma pratica carateristico da plenitude do Espirito Santo.Receberam agora vida abundante que Jesus havia falado(jo 10.10).Cada um ficou cheio do Espirito Santo , o  seu templo cheio de Deus(1/cor 6.19;3.16).Assim antes o tabernaculo fora cheio (EX40.34),e tambem o templo (cronicas .1,2)todo..
 Todo o ser ficou ocupado da da gloria de Deus ,e aquilo que acompanha "...cheios de alegria ..."(AT13.52),cheios de amor (RM5.5).E estando cheios de coisas boas ,outras coisas malignas não tem mais envolvimento espiritualmente,graças a Deus.Os discipulos antes do batismo ,eram timidos e medrosos ,inclusive ,no dia da prisão de Jesus ,todos fugiram ,com excessão de Pedro ,que acompanhava até o local onde o filho de Deus foi crucificado julgado.Na casa do sumo sacerdote Caifas ,o amigo de Cristo ,que prometeu segui-lo até a morte ,com medo de morrer ,negou ters vezes Pedro a Jesus.
 No dia,de Pentecostes ,revestido do poder de Deus ,quando os Judeus ,atraídos pelo barulho das linguas que os discipulos falavam.Nos dias atuais ,viver cheio da graça de Deus é mais do uma necessidade .E a promessa do revestimento de poder está a disposição de todos os que crêem.Se voce ainda não é batizado com Espirito Santo ,não se preocupe ,pois Jesus está desejoso de atender a todos os que Nele esperam.
 Frequente as reuniões de oração ,vigilias,jejuns ,e quando voce menos espera ,falará novas linguas como evidencia do batismo no Espirito Santo .Após receber esta benção ou promessa de Deus é para todos os que se converteram a Jesus como salvador,voce deve buscar diligentemente com zelo e perseverança ,os dons espirituais ,a fim de que seja um instrumento nas mãos de Deus para a edificação da igreja.Cultive tambem o fruto do Espirito Santo,para que seus atos provem a todos que voce é uma nova criatura.
 O batismo no Espirito Santo não pe a conversão ,porque para receber-lo é preciso antes se arrepender-se e crer ;não é justificação ou a santificação ,pois já há pessoas que antes de receber já possuem essas qualidades ,embora manifesta em grau bem fraco.(notas Emilio conde,pentecostes para todos cpcad 1985).
É de  mais familiar a muitos estudantes da biblia que a palavra grega usada por joão"baptizein",que significa que cada os crentes foram envolvidos ,no Espirito Santo(ibid cpad).Aqui em atos dos apóstolos temos um brilhantes exemplo de como os crentes se mantiveram cheios do do Espirito Santo.Foi por meio de renovação .Em atos 2.4"todos foram cheios..."e em atos 4.31 lemos de novo"...todos foram cheios do Espirito Santo...",a biblia diz que é possivel ser renovado"de dia em dia"(2°Cor 4.16).
 O apostolo Paulo o tinha está necessidade bem viva no seu  ministério .Quando o jovem timótio começou a acompanhar lo nas suas viagens ainda jovem ,mais tarde ,já madurecido na idade,foi separado para o ministério .Quando timótio já estava mias de idade adulta mais  30 por exemplo ,Paulo escreveu em (1;tm 4.14 veja e 2°tm 1.6.Paulo queria que a segunda geração se mantivesse tambem cheios do Espirito Santo ,eisto só possivel somente atravez da renovação.

     QUAL É O BIBLIA DA PLENITUDE DO ESPIRITO SANTO RECEBIDA NO DIA DE PENTECOSTAL?

       1°.O inicio       

       siginificou o inicio do cumprimento da promessa de Deus em (jl 2.28-29) de derramar seu Espirito Santo sobre todos o seu povo nos tempos do fim (at 1.4-5 ,mt 3.11 lc 24.49 ,jo 1.33).

2°.ultimos dias  
   
     Posto que os ultimos dias desta era já começaram (v.17 ,hb 1.2 1/pd 1.20),todos agora se veem ante a decisão de se arrependerem e de creem em Cristo 9at 3.19 ,mt 3.2 lc 13.3 ,2.17).

3°.testemunhar
     Os disciplulos foram "...do alto ...revestidos de poder (lc 24.49 at 1.8),que os capacitou a testemunhar de Cristo ,a produzir nos perdidos grande convicção no tocante ao pecado ,á justiça e ao julgamento divino ,e a desvia-lo do pecado para a salvação em Cristo ( at 1.8 ,4.13,33 ,6.8 rm 15.19 jo 16.8).

   4°.ministros pregadores

  Os discipulos se tornaram ministros de Espirito Santo.Não somente pregavam Jesus crucificado e ressucitou ,levando outras pessoas ao arrependimento e a fé em Cristo ,como tambem influenciavam essas pessoas a receber "o dom do Espirito Santo"(v.38-39),que eles mesmos tinham recebido no pentecostes v.4 .Levar outras ao batismo no Espirito Santo é a chave da Obra dos apostolos no (NT).(at 8.17 9.17 1.8 10.44-46 19.6).

    5°.salvação
 O Espirito Santo já revelou sua natureza,e aquele que receberam o batismo ficaram cheios do mesmo anseio pela salvação das pessoas (v.38-40 at 4.12 12.33 rm 9.1-3 10.1).O pentecostes é inicio das missões mundiais (at 1.8 2.6-11,39).

6°.continuação
 Mediante este batismo no Espirito Santo ,os seguidores de Cristo tornaram-se continuadores do seu ministério terreno .Continuaram a fazer e ensinar no poder do Espirito Santo ,as mesmas coisas que Jessus "começou não só a fazer ,mas a ensinar"(at 1.1 jo 1.2).
 V.4"...e começaram a falar em outras linguas ...""glossalalia"do grego "glosso",lingua +lalia ,falar em linguas"dom sobranatural concedido pelo Espirito Santo ,que capacita o crente a fazer enunciados proféticos em linguas que lhe são desconhecidas.Objetivo da glossalalia é enunciar sobrenatural e extraordinariamente o evangelho de Cristo ,como acomteceu no dia de Pentecostes (at 2),levar o crente a consolar-se no Espirito Santo ,e a proclamar ,com o conhecimento e a vontade de Deus á igreja91°cor 14).notas andrade c.c. dic teológico cpad 1998).
 A glossalaria ,conhecida tambem como dom de linguas "desconecidas" é como dom e espiritual que ,á semelhança dos demais ,não ficou circunstrito aos dias dos apostolos :continua atualmente e atuante na vida da igreja.As linguas manifestação sobrenatural do Espirito Santo  uma  expressão vocal inspirada pelo Espirito Santo ,mediante a qual o crente fala numa lingua (grego glossa) que nun aprendeu 91/cor 14.14-15)(notas b.est.pent.)
  A evidencia de que os discipulos haviam recebido o Batismo ,foi o falar em linguas.Este é a evidencia indubitavel e clara do batismo no Espirito Santo.Cada um dos que se encontravam no cenaculo teve a sua própia experiencia ,todos falaram linguas que jamais tinham falado em tais linguas .Trata-se de um verdeiro milagre ,O profeta Isaias já havia profetizado que tal coisa aconteceria (is 28.11).Quando assim falaram em outras linguas ,não foi resultado de um esforço dos apostolos para estudar e aprender uma nova lingua mas algo que o Espirito Santo lhes concedia que falassem.

                         A EVIDENCIA COMO PADRÃO

  Aqui trata de um milagre ,que lhes serviu do sinal do recebimento da promessa .Como j´dissemos no tópico anterios ,a evidencia inicial e fisica do batismo no dia de pentecostes ,foi o falar em linguas.Esta evidencia deixou bem claro que os discipulos haviam recebido a promessas do PAI(at 2.17,18,38,39).
 O falar em linguas ,pois ,serve como padrão para se aferir se alguem foi ou não batizado com Espirito Santo(at 11.15-17))O que se sucedeu no dia de pentecostes,repetiu-se na casa de cornélio(at 10.46),em ÉFESO(at 19.6),na vida de Paulo(at 9.17,18 1/cor 14.18),em Samaria (at 8.20-21),embora a biblia não o declare ,tambem deve havido linguas por ocasião do avivamento que la houve nos dias dos apostolos. 
 O interessante generalizado pelo batismo e dons do Espirito Santo convenceu alguns.Os evangelicos do seculo 19,que que Deus concederia o dom de linguas a fim que pudessem anunciar  o evangelho noutras paises ,agilizando a obra missionaria.Entre os que esperavam o recebimento do poder para evangelizae o mundo ,achava-se o pregador da santidade ,em Kansas Chales Fox Parham e seus própios estudos de atos dos apostolos ,e influenciado por Irwin e Sand Ford ,testemunnhou Parham um reavivamento notavel na escola biblica Betel ,em Toketa ,Kansas em janeiro de 1901 .A maioria dos alunos ,bem como o própio Parham regozijaram-se por terem sido batizados no Espirito Santo e de haverem falada noutras linguas.Assim como Deus concedia a plenitude do Espirito Santo aos 12o no dia de pentecostes ,eles tambem haviam recebido a promessa (at 2.39)(notas Stanlei.M.H .sist.p.19 cpad 2006). 
  Depois de 1906 ,os pentecostais passaram a reconhecer ,cada vez mais ,que na maioria das vezes ocorrencia do falar em linguas ,os cristãos realmente estavam orando em linguas não identificaveis e não idiomas compreenciveis .(glosslalia ao invez de xenolalia)(ibid p.20).

                                SUBSIDIO HISTÓRICO

  Os historiadores   que se ocupam do "avivamento pentecostal no seculo20 são unanimes em mencionar a rua Azuza em los Angeles ,California ,em 1906 ,como sede irradiador de onde o avivamento se espalhou para outras cidades e nações .A rua Azuza transformou em poderosa fogueira divina ,onde centenas e milhares de´pessoas de todos os pontos da américa ,ao chegaram atraídos pelos acontecimentos e para ver o que estava acontecendo ali,eram batizados com Espirito Santo ,e ao retornarem para suas cidades ,levavam essa chama viva que alcançavam tambem outras pessoas .(nota Emillio Conde hist.da ad no brasil p.23.)

 Porem quem havia trazido a menssagem pentecostal a Los Angeles fora uma senhora metodista que por sua vez ,a recebera na cidade de Houstom ,quando tinha ido  visitar seus parentes .Antes dessa data 1906),podemos citar tambem os avivamentos ocorridos na Suécia em ,1906 ,e na Inglaterra em 1740.Na América do norte ,podem-se mencionar ,os avivamentos nos Estados Unidos de nova Inlgaterra em 1854 ,e na cidade de Moorehed ,em 1892,seguidos da Galena,Kansas ,em 1903 e Orchard e houstom ,em 1904 e 1905 ,respectivamente)ibib p.23.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAZ DO SENHOR

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.