sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Arqueologia biblica idade do bronze


                          COLAPSO DA IDADE DOBRONZE

                              ARQUEOLOGIA N.5

Durante a Idade do Bronze Tardio (1500-1200 a.C.), o Mediterrâneo Oriental ostentava uma rede florescente de grandes impérios que tinham infra-estruturas sofisticadas, as quais o mundo não veria novamente por séculos. Uma destruição inter-regional (atestada na Grécia, Turquia, Israel, Síria, Líbano e Egito), conhecida como o "Colapso da Idade do Bronze" é um dos maiores mistérios da arqueologia.

O colapso da Idade do Bronze foi rápida e repentina, dando início a uma chamada "Idade das Trevas" de diminuição da alfabetização, da população, da tecnologia em grande parte do Mediterrâneo Oriental, e na desestabilização e até aniquilação de Impérios.

Este colapso é de grande importância nos estudos da Arqueologia Bíblica, pois é exatamente neste tempo que temos, segundo a Bíblia, o Êxodo e a conquista de Canaã pelas tribos israelitas, e a subsequente fase dos Juízes.

Percebe-se que estas páginas da história de Israel não estão desassociadas com as mudanças que vêm ocorrendo no mundo ao redor.

Existem inúmeras tentativas para explicar este Colapso, como a chegada dos Povos do Mar, pragas, terremotos, mudanças climáticas. Especialistas no assunto chegaram ao concesso que todos estes fatores parecem igualmente estarem inter-relacionados e interdependentes.

Um estudo recentemente publicado pela Journal of the Institute of Archaeology of Tel Aviv University pode trazer uma nova luz sobre o assunto.

 Uma análise recente de grãos de pólen em sedimentos na região do Mar da Galiléia e do Mar Morto sugere que a seca pode ter desempenhado um importante papel para o chamado "colapso da Idade do Bronze". Cada planta produz uma impressão de pólen distinta, e os estudos recentes mostram uma diminuição nas árvores que requerem uma grande quantidade de água e um aumento no cultivo de plantas mais resistentes às secas, como as oliveiras, durante o período entre 1250 e 1100 a.C. Quando comparados com os dados das amostras de pólen da Anatólia , Chipre , Síria e do Delta do Nilo , os novos estudos sugerem uma mudança climática mais ampla em todo o Mediterrâneo Oriental na época em questão. O estudo do pólen faz parte de um projeto de investigação científica mais amplo conduzida pelo professor Israel Finkelstein do Instituto Weizmann Steve Weiner , que inclui a análise do DNA e estudos moleculares de dados arqueológicos.

Qual a importância disto?

Compreender o contexto histórico-cultural desta época, que é a base sobre a qual está edificada a teologia israelita, pode-nos esclarecer os rumos do pensamento religioso do povo hebreu. A federação israelita que está se estabelecendo em Canaã neste período está sendo intimamente influenciada pela geografia local, assim como pelas questões demográficas. A entrada, por exemplo, dos filisteus nas terras canaanitas terão um impacto colossal nos relatos bíblicos. O enfraquecimento dos impérios, decorrentes da desestabilização econômica provocadas pelo Colapso da Idade do Bronze serão imprescindíveis para o estabelecimento israelita na Terra Prometida. Os problemas que os egípcios terão com os Povos do Mar serão um alívio para os recém-chegados à Canaã. Um Egito forte e com suas atenções voltadas exclusivamente para a região seria um problema sério para a conquista e estabelecimento na região.

O vácuo de poder na Palestina provocado pela desestruturação dos impérios e das confederações canaanitas, especialmente provocada pelas migrações dos povos, a chegada e passagem dos Povos do Mar, que também se deslocavam por terra, trouxe aos conquistadores israelitas o solo fértil para suas ações.

Em poucas palavras, caso não tivéssemos o Colapso da Idade do Bronze, a História Bíblica e Mundial seria certamente muito diferente.

A pergunta que se pode fazer então é: Tudo é fruto do acaso, ou estamos diante de um intervencionismo orquestrado? Estaríamos diante de uma evidência de interferência extra-humana na nossa História? Quem estaria por trás desta "manipulação"? Seria esta a única evidência de um intervencionismo em nossa História?  Os fatos históricos mostrarão que "coincidências" como esta se espalham por todas as páginas da História!  
fonte biblicaarqueologia.blogspot.com

fonte www.mauricioberwaldoficial.blogspot.com                     


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAZ DO SENHOR

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.