sábado, 24 de dezembro de 2016

Subsidio adolescentes a biblia a bussula n.1


               SUBSIDION.1 ADOLESCENTES A BUSSOLA                                                 



   
                                    Professor Mauricio Berwald

 A Bíblia é a Palavra de Deus para nossa vida, nela contém a mente e o desejo de Deus para cada um de nós. Na Bíblia encontramos o estado do homem sem Deus, o caminho da salvação, a ruína dos pecadores, a felicidade e vítoria dos crentes. A sua doutrina é santa, os seus preceitos são firmes e fundamentais e as suas decisões e orientações imutáveis.

Leia-a para crer, creia nela para sua segurança, pratique-a para ser forte, firme, reto, integro, conquistador e santo. A Palavra de Deus contém luz para nos guiar, alimento para nos nutrir, bálsamo para nos curar, verdade e poder para nos libertar e consolo para nos alegrar. É o mapa que precisamos para andarmos nesta terra pelo caminho certo e assim chegarmos ao céu.

A Bíblia é o cajado que precisamos nesta caminhada como peregrino neste mundo, é a bússola para nos trazer segurança na nossa viagem, é a espada que usamos como soldado nesta guerra espiritual, ela é a nossa carta régia, pois foi o nosso Rei quem a escreveu com a finalidade de gerar em nós o Seu carater.

Quando a lemos com o coração, restaura-se o paraíso, abre-se o céu e revelam-se também as portas do inferno. Jesus Cristo é o grande tópico dela, o nosso bem é o seu objetivo, e a glória de Deus o seu fim. Ela deve ocupar nossa mente e coração, deve  governar a nossa vida e guiar os nossos passos. Hebreus 1:14; João 14:6; Rom 12:2

Leia-a lenta e diariamente em atitude de oração e meditação. E mina de grandes tesouros, um paraíso e glória, um rio de prazer. Envolve a mais alta responsabilidade, pois nela descobrimos quem somos em Cristo e qual é a vontade dEle para nossa vida. Nela vemos a recompensa do nosso trabalho no Senhor e vemos também a condenação àqueles que lhe minimizam o conteúdo ou alteram suas verdades.

A Bíblia tem sido o alvo de grandes controvérsias durante séculos; muitos tentaram destruí-la, tem sido temida por muitos, alguns dos quais chegam ao absurdo de afirmar que sua leitura torna o homem louco, mas na realidade torna o homem livre. Outros se refugiam no engano de que ela pode ser interpretada de muitas formas diferentes. Mas aqueles que a lêem com o coração em oração, perceberão o quanto ela é importante e fundamental para cada ser humano sobre a face da terra.

Quem conhecer a Bíblia alem da letra, conhecerá seu autor, para ter um encontro verdadeiro com Deus, é preciso primeiro ter um encontro com Sua Palavra. Nela conhecemos os segredos da vida e da morte, o destino daquele que crê e pratica suas verdades e daquele que a ignora. Tudo que precisamos está escrito na bíblia, ela traz respostas para nossos anseios e necessidades, sejam espirituais, sentimentais, familiares, ministeriais, profissionais, etc.

Tudo foi criado pela Palavra de Deus, o Espírito Santo se move quando Esta Palavra é liberada, os demônios recuam, cadeias são quebradas e vidas são salvas. Ela está viva e continua agindo e gerando como no princípio, agora imagine esta Palavra em teu coração sendo liberada pela sua boca no dia a dia, com perseverança e fé? Hebreus 11:2,3; 1023
Deus nos desafia a verificarmos, por nós mesmos os tesouros escondidos nas páginas deste livro maravilhoso com a finalidade de que as observemos e pratiquemos para uma vida de vitória. Dt 28:1-14.


A Bíblia é a bússola do cristão. É ela que norteia nossa vida e nos orienta qual direção tomar.Aparentemente, a bússola é um instrumento muito simples: uma pequena caixa com uma agulha magnetizada que aponta para o norte magnético da terra. Já se tentou substituir a bússola, ou torná-la mais moderna, como nos GPS, porem esses equipamentos podem falhar ou não dar uma orientação precisa!

Mas esse simples instrumento é ao mesmo tempo muito complexo. Não se aprende a ler uma bússola sozinho. É necessária a orientação de alguém, além disso, não se aprende sua leitura da noite para o dia. É indispensável todo um processo para entender a lógica desse instrumento.

Lembro-me de uma vez em que me colocaram uma búsola nas mãos. Para mim foi fantástico esse momento. Só que depois de uns minutos a ficha caiu: “o que vai mudar na minha vida ao saber de que lado fica o norte?” Só tempos mais tarde, tive a oportunidade de entender o funcionamento deste equipamento, mas para isso precisou que alguém me ensinasse...

Algo semelhante (mas muito superior) acontece com a palavra de Deus. Ela é que dá a orientação para o cristão. Ela que não nos deixa ficar perdidos pelo mundo afora. Mas retorno ao exemplo do fato que aconteceu comigo, do meu primeiro contato com a bússola. Era tudo lindo, assim como quando ganhamos ou compramos uma Bíblia, mas ai surge uma questão: “o que vai mudar na minha vida ao ler esse livro?”

Ler a Bíblia, qualquer um pode fazer isso. Historiadores, arqueólogos, geógrafos, antropólogos, poetas, lingüistas lêem a Bíblia, retiram e comprovam preciosas informações cientificas desse livro, todavia é como se entendêssemos dos materiais em que a bussola é constituído, toda sua historia e seus principais componentes mas não soubéssemos aplicá-los se estivéssemos perdidos em um deserto ou em alto mar.

Para entender a Bíblia precisamos de um orientador. E esse orientador existe! É o Espírito Santo que nos ensina a compreender a mensagem bíblica.

Já falaram que a Bíblia é algo ultrapassado e até mesmo a tentaram substituir por teorias e outros livros. Mas assim como o GPS, apesar de ser mais avançado que a bússola e até mesmo conter a bussola, este está sujeito a falhas, pane no sistema ou nos satélites e não apresenta uma precisão 100%. A bússola e a Bíblia não erram! Quem esta sujeito ao erro, é quem as interpreta.Assim, só conseguiremos chegar a Nova Jerusalém (aos céus) quando nosso orientador (o Espírito Santo) nos ensinar como usar a bússola que temos em mãos ( a Palavra de Deus) e percorrermos O caminho mais estreito que nos levará ao nosso destino. Bíblia é a bússola que aponta para O Caminho mais estreito. Ela nos aponta para Cristo!

Versículo 14
Mas continuam tu nas coisas , .... Ou seja, nas doutrinas do Evangelho, e não ser movido longe deles, seja através da malícia ou perseguições, ou engano astúcia de homens que estão à espreita para enganar; E que é uma exortação adequada aos piedosos em todas as idades: e o que se segue são tantas razões para impô-lo:

que tu aprendeu : não apenas de forma teórica, como artes e ciências são aprendidas, mas de uma forma espiritual e experimental; Um conhecimento confortável e experiência de que ele tinha alcançado; e não eram como aqueles em 2 Timóteo 3: 7 , que tinha sido sempre aprendendo, mas ainda não conseguiu chegar ao conhecimento da verdade: e desde que, portanto, ele tinha aprendido as verdades do Evangelho, e tinha alcançado a um bom entendimento de Eles, era seu dever, como é dever de todos os tais, para cumpri-los:

e tens sido a garantia de : as doutrinas do Evangelho são certas coisas; São verdades sem controvérsia; Há uma plena certeza de compreensão deles, a qual os homens podem chegar, e quais ministros deveriam, já que eles devem afirmá-los com certeza. O ceticismo é muito inconveniente que se chama ministro do Evangelho; E quando um homem é assegurado da verdade e realidade das doutrinas do Evangelho, seria vergonhoso em ele para deixá-los, ou se afastar deles:

sabendo de quem o tens aprendido . O apóstolo significa a si mesmo, embora ele modestamente se abstenha de mencionar a si mesmo: e é outro argumento por que Timóteo deve continuar firmemente nas doutrinas do Evangelho, visto que ele as aprendeu de tão grande apóstolo de Cristo; Cuja missão, como tal, foi abundantemente confirmada por milagres e sucesso, e que recebera essas doutrinas por revelação imediata de Cristo; De modo que tudo era como se Timóteo os tivesse aprendido do próprio Cristo. A cópia Alexandrina lê a palavra "quem", no plural, como se o apóstolo se referisse a mais professores de Timóteo do que a si mesmo; No entanto, ele sem dúvida era o principal.

Versículo 15
E que desde a infância sabes as sagradas letras , .... e, portanto, deve saber que as doutrinas que tinha aprendido eram agradáveis para eles; E assim é outra razão pela qual ele deve continuar neles. Os judeus muito cedo aprenderam seus filhos a Sagrada Escritura. Philo o judeu dizF23, Εκ πρωτης ηλικιας "desde a infância"; Uma frase praticamente o mesmo com este aqui usado. É uma máxima com os judeusF24, Que quando uma criança tinha cinco anos de idade, era apropriado ensinar-lhe as Escrituras. A mãe de Timóteo, sendo judia, treinou-o cedo no conhecimento desses escritos, com o qual ficou muito familiarizado e, sob influência divina e assistência, chegou a um grande entendimento deles; E é uma prática que se torna altamente pais cristãos; é uma parte da doutrina e admoestação do Senhor eles devem educar os seus filhos em: o conselho do sábio em Provérbios 22: 6 é muito bom. Daí o apóstolo aproveitar a ocasião para entrar em uma recomendação dos escritos sagrados; E aqui, pela natureza e caráter deles, os chama de

Sagradas Escrituras ; Para distingui-los dos escritos profanos; E que porque o autor deles é o Espírito Santo de Deus; E até mesmo os amanuenses dele, e os penmen deles, eram homens santos de Deus; O assunto deles é santo, tanto a lei quanto o Evangelho; E o fim de escrevê-los é promover a santidade; Os preceitos, promessas e doutrinas neles contidos são calculados para esse fim; E até mesmo o relato que dão dos pecados e falhas dos outros, são para a admoestação dos homens. E a seguir estas Escrituras são elogiadas pela eficácia deles:

que são capazes de fazer-te sábio para a salvação . Os homens não são sábios de si mesmos; Eles são naturalmente sem uma compreensão de coisas espirituais; E as coisas do Espírito de Deus não podem ser conhecidas pelos homens naturais, porque são discernidos espiritualmente; Particularmente eles não são sábios no negócio da salvação, de que ou eles são insensíveis, e negligente; Ou tolamente construir suas esperanças de que sobre a sua civilidade, moralidade, justiça legal, ou uma profissão exterior de religião: mas as Escrituras são capazes de fazer homens sábio e sabendo a este respeito, Pois o Evangelho é uma parte das Escrituras, que é o Evangelho da salvação, e mostra aos homens o caminho da salvação. As Escrituras testificam em grande parte de Cristo, o Salvador; E dê um amplo relato tanto dele, que é o Salvador capaz, disposto, adequado, completo e único, e da salvação que é operado por ele; E descrever as pessoas que o fazem, e devem gozá-lo: não que a simples leitura das Escrituras, ou a audição delas expostas, sejam capazes de tornar os homens sábios desta maneira; Mas estes, quando acompanhados com o espírito de sabedoria e revelação no conhecimento de Cristo, são; Quando aquele que terminou as Escrituras remove o véu de seus olhos, abre seus entendimentos, e lhes dá luz e conhecimento neles: e então pode-se dizer que as pessoas são sábias para a salvação, quando não só têm um esquema dele na cabeça , Mas estão em seus corações sensíveis à necessidade deles, e sabem que não há salvação em nenhum outro senão em Cristo; E, quando o olharem para ele, para a sua justiça para justificação, para o seu sangue para a paz, o perdão e a purificação, para o seu sacrifício pela expiação, e para a sua plenitude de graça para um suprimento contínuo e para ele para a vida eterna e glória; Quando se alegram com ele e com a sua salvação, e lhe dão toda a glória: o apóstolo acrescenta:

pela fé que há em Cristo Jesus : sabedoria para salvação não está no conhecimento da lei, o judeu se gabava de; Nem nas obras dele, pelo menos não em uma confiança e confiança neles para a salvação; Porque por eles não há justificação diante de Deus, nem aceitação com ele, nem salvação; mas a verdadeira sabedoria para a salvação está na fé, que é o conhecimento espiritual de Cristo e uma santa confiança nele; E aquela salvação que as Escrituras fazem sábios aos homens, é recebida e desfrutada por meio dessa fé, que tem Cristo por seu autor e objeto; Que vem dele, e centra-se nele, e é um olhar para ele para a vida eterna.

Versículo 16
Toda a Escritura é inspirada por Deus , .... Ou seja, todos Sagrada Escritura; Pois do que só o apóstolo está falando; E ele significa a totalidade dela; Não só os livros do Antigo Testamento, mas do Novo, cuja maior parte estava agora escrita; Pois esta segunda epístola a Timóteo é, por algum pensamento, a última das epístolas de Paulo; E isso também guardará bem do que estava para ser escrito; Pois tudo é inspirado por Deus ou soprado por ele: as Escrituras são o sopro de Deus, a palavra de Deus e não os homens; Eles são "escritos pelo Espírito", como a versão siríaca o torna; Ou "pelo Espírito de Deus", como a versão Etíope. As Escrituras são aqui elogiadas, da autoridade divina delas; E que é atestada e confirmada por vários argumentos; Como a majestade e altivez de seu estilo, que em muitos lugares é inimitável pelos homens; A sublimidade da matéria contida neles, que transcende toda compreensão e capacidade humana que alguma vez alcançaram e descobriram; Como a trindade das pessoas na Divindade, a encarnação de Cristo, a ressurreição dos mortos, etc. A pureza ea santidade deles antes observados, mostram que eles são a palavra daquele que é de olhos mais puros do que para contemplar a iniqüidade; Como também a sua harmonia e concordância, embora escrito por pessoas diferentes, em diferentes lugares e idades, e em diversas vezes, e em diversas maneiras; As aparentes incoerências neles observadas podem, com o trabalho e a indústria, com a ajuda divina, ser reconciliadas. As predições de eventos futuros neles, particularmente sobre Josias e Ciro, por nome, muito antes de eles nascerem, e especialmente sobre Jesus Cristo, e que tiveram sua realização, e muitos outros no Novo Testamento, tanto por Cristo e seus apóstolos , São uma prova de que eles não poderiam ser os escritos dos homens, mas deve ter o Deus onisciente para seu autor; A imparcialidade dos escritores deles, em não esconder o extracto médio de alguns deles, os pecados de outros antes da conversão, e mesmo os seus pecados e falhas depois, bem como os dos seus mais próximos parentes e amigos mais queridos, reforça a prova de Sua autoridade divina; A que se pode acrescentar, a maravilhosa preservação deles, através de todas as mudanças e declinações da igreja e do Estado judeus, a quem os livros do Antigo Testamento foram cometidos; E não obstante a violência e a malícia dos perseguidores pagãos, particularmente Dioclesian, que procurou destruir cada cópia das Escrituras, e publicou um édito para esse propósito, e não obstante o número de hereges, e que estiveram no poder, como também a apostasia de A igreja de Roma; E, no entanto, esses escritos foram preservados e mantidos puros e incorruptos, o que não é o caso de outros escritos; Nem há qualquer antiguidade como a mais antiga: a que se pode subordinar o testemunho do próprio Deus; Seu testemunho exterior por milagres, operados por Moisés e os profetas, preocupados nos escritos do Antigo Testamento e pelos apóstolos no Novo; E seu testemunho interno, que é a eficácia dessas Escrituras nos corações dos homens; A leitura e audição de que, tendo sido possuído para a conversão, conforto e edificação de milhares e milhares, e dez mil vezes dez mil; e

proveitosa para ensinar ; Para descobrir, ilustrar e confirmar qualquer doutrina concernente a Deus, o ser, as pessoas e as perfeições de Deus; Sobre a criação ea queda do homem; Sobre a pessoa e os ofícios de Cristo, redenção por ele, justificação pela sua justiça, perdão pelo seu sangue, reconciliação e expiação pelo seu sacrifício e vida eterna por meio dele, com muitos outros. A Escritura é proveitosa para os ministros buscarem doutrina e estabelecê-la; E para os ouvintes tentarem prová-la:

para a repreensão ; De erros e heresias; Esta é a espada do Espírito, que corta tudo para baixo. Nunca houve, nem é, nem pode haver qualquer erro ou heresia abordada no mundo, mas há uma suficiente refutação dele nas Escrituras; Que pode ser lucrativamente usado para esse fim, como tem sido muitas vezes por Cristo e seus apóstolos, e outros desde em todas as idades:

para a correção ; Do vício; Não havendo pecado, mas a sua natureza perversa é mostrada, sua tendência perversa é exposta, e os tristes efeitos e consequências dela são apontados nestes escritos: para instrução em justiça; Em cada ramo de dever que incumbe aos homens; Quer com respeito a Deus, quer uns aos outros; Pois não há obrigação a que os homens são obrigados, mas a natureza, o uso e a excelência dela, são aqui mostrados: as Escrituras são uma regra perfeita de fé e prática; E assim eles são elogiados da utilidade e lucratividade deles.

Versículo 17
Que o homem de Deus seja perfeito , .... Por que o homem de Deus seja destinado a todos que em uma relação especial pertence a Deus; Que é escolhido por Deus, o Pai, redimido pelo Filho e chamado pelo Espírito; Mas mais especialmente um ministro do Evangelho; de como era de costume para chamar um profeta sob o Antigo Testamento por este nome, parece ser transferido dali a um ministro do Novo Testamento, veja 1 Timóteo 6:11 eo design das Escrituras eo fim de escrevê-las São, que ambos os pregadores da palavra, e os ouvintes dele, poderiam ter um perfeito conhecimento da vontade de Deus; Que o primeiro poderia ser um ministro completo do Evangelho, e que nada poderia estar faltando para a informação do último:

perfeitamente habilitado para toda boa obra , ou "toda boa obra"; Particularmente para o trabalho do ministério, que é bom; E para cada parte e ramo dele, um mobiliário cuidadoso para o qual está nas Sagradas Escrituras; De onde, como os escribas bem instruídos no reino dos céus, os ministros do evangelho produzem coisas novas e velhas, tanto para o deleite quanto para o proveito: embora isso também possa ser aplicado a todas as boas obras em comum que as Escrituras apontam Sobre, bem como mostrar onde a força deve ser tido para realizá-los.(comentário bíblico Jhon Gil).


Nenhum comentário:

Postar um comentário