sexta-feira, 14 de novembro de 2014

PARTICIPAÇÃO DO ALUNO NA EBD

    

  Participação do aluno na aula da EBD - Um novo olhar para uma velha questão. 

A participação do aluno no processo de ensino e aprendizagem é condição fundamental para que haja construção do conhecimento, sendo então necessária a tomada de decisão por parte do docente para que proporcione ao aluno, formas diferentes de participar do ato de aprender.
            Neste texto, tecerei algumas considerações especificamente sobre a participação do aluno nas aulas da EBD(Escola Bíblica Dominical).
            Geralmente, as aulas da EBD são ministradas através do método expositivo, isto é, o professor transmite o saber e os alunos escutam... escutam... de forma passiva aquilo que o professor deseja transmitir, sem promover de fato a participação dos discentes no processo.
Reconheço que é quase impossível fugir da aula expositiva. Como assim? Então, parece um contrassenso escrever este texto, não é? Mas, vejamos os caminhos para melhorar este quadro. Este método, quer queira ou não, é utilizado de forma frequente, mas há possibilidades de utilizá-lo com criatividade.
A unilateralidade do ensino centrado no professor é um dos pontos negativos mais agravantes deste método. Sendo assim, é possível modificar esta situação, agregando a ele outros métodos e recursos para potencializar o ensino e a aprendizagem, oportunizando ao aluno uma participação ativa.
Promover experiência participativa nas aulas requer inicialmente tomada de consciência por parte do professor da importância deste ato para a aprendizagem, ou melhor, mudança de paradigma da aula de Escola Dominical, tradicionalmente e historicamente executada de forma não participativa.
Romper com a cultura da não participação, do silêncio e da imobilidade requer questionamento  da prática docente e de resultados. É um ato desafiante, individual e até provocativo, pois nem todos que compõem o corpo docente vão aderir a este modo participativo de ministrar aulas na EBD, criticando até seu modo de ensinar.
Afinal, quais as possibilidades de participação dos alunos na aula da EBD? Já foi dito anteriormente, que há necessidade e possibilidade de agregar outros métodos e recursos de ensino à aula expositiva. Veja alguns exemplos:
- Trabalhar com projetos;
- Divisão de grupos;
- Debates;
- Encenação, esquete;
- Perguntas e respostas;
 - Estudo de caso;
- Dinâmicas;
- Oportunizar o aluno para fazer perguntas, tirando dúvidas;
- Realizar leitura individual e compartilhada de versículos e outros textos;
- Depoimentos dos alunos, relatos de experiências;
Concluindo, desejo aqui ainda me reportar ao que já escutei, quando alguém é questionando quanto ao modo de ensinar sem participação dos alunos, ao dizer: “Mas sempre foi assim!”. Sempre foi assim e você considera que está dando certo? Certo para quem? Fácil para quem? Sempre foi assim porque alguém ainda não rompeu com o modelo que vem sendo copiado ao longo dos anos, mas que precisa ser reinventado, pois não cabe mais este modelo para os ideais de um ensino participativo, que promove aumento da retenção da aprendizagem da Palavra de Deus, forma o caráter cristão e transforma vidas.  Não é difícil de executar, difícil é iniciar, pois há quebra de padrões estabelecidos. Comece por você e contagie seus colegas!
fonte escriba digital




Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAZ DO SENHOR

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.