terça-feira, 17 de janeiro de 2017

BIOGRAFIA MINISTERIAL MAURICIO BERWALD

MAURICIO BERWALD TESTEMUNHO BIOGRAFIA MINISTERIAL.                

  TESTEMUNHO E BIOGRAFIA MINISTERIAL GERAL 

Mauricio Berwald,congrega na Assembleia de Deus em Santa Catarina,Brasil ,América do Sul.Pregador do evangelho a mais de 10 anos começando aos 16 anos de idade.Tendo ministrado a Palavra de Deus dezenas de vezes em Mauá sua cidade natal onde nasceu.Ministrou em outros lugares no estado de São Paulo inclusive em   vários lugares no grande abcdmr. Também pregou no litoral  Paulista algum as vezes em Guarujá (SP).É músico Compositor,Poeta cristão,escreve poesias.Pregador do Evangelho mais de 10 anos de obreiro.Escritor evangélico já algum tempo,filiado (União brasileira de escritores).Radialista,algum tempo atrás foi apresentador em de radio evangélica,4 anos (FM).

 Educador Cristão,sendo Professor da Escola Dominical algumtempo,com Formação teológica,Bacharel em Teologia,Mestrado em Teologia,Professor de Teologia.Comentarista do antigo e novo testamento de vários  capítulos selecionados(exegese e expositivos do textos biblícos.Pesquízador Pentecostal,Apologético com artigos sobre falsas doutrinas etc.Palestrante,tendo já ministrado conferência e seminário sobre escatologia em radio e nas igrejas.



  VEJAM OS CONTATOS DO ESCRITOR MAURICIO BERWALD   

   EMAIL mauricioberwald@gmail.com

  1.PAGINA NO FACEBOK 

 2.  PAGINA DE CURTIR 

 3.  GOOGLE+.COM                                                                                    Google+.com/mauricioberwald .google.com/112114826300395038618/posts

 4.  TWITTER.COM 

5.FLICKR.COM

6.  PINTEREST.COM
 7.  Pinterest.com Mauricio Berwald

8.  YOUTUBE.COM 

  9.  INSTAGRAM.COM                                  
 http://instagram.com/mauricioberwald/


10.DEEZER.COM             http://www.deezer.com/profile/340650847/mauricio berwald 



         SEJA GLORIA PARA JESUS SEMPRE AMEM.
         Testemunho e Biografia Mauricio Berwald 

  Que seja toda gloria para Jesus Cristo exclusivamente, desejo de coração ,pois é meu propósito é glorificar ao Senhor.Jesus é poderoso para fazer alem do que pedimos ou pensamos.Que Deus seja glorificado neste testemunho e biografia básica,e sirva para sua edificação em nome de Jesus amem.                              

 São Paulo congregou na Assembleia de Deus ministério do Madureira campo de Mauá(conamad) e campo do Perus conamademp) por mais de 10 anos ambos os ministérios,nos quais preguei em muitas congregações.No sul congrega na c;também Assembleia de Deus .                

  Minha conversão e libertação. Ainda na adolescencia me envolvi com bebidas alcoólicas.Eu era oprimido;eu não tinha a paz que só Jesus pode dar(rm 5.10).Eu participava de festas  de rock ;punk;enfim envolvido com rock ;punk.Varias vezes cheguei quase embriagado  ou bêbado em casa ao voltar das festas final de semana no inicio das madrugadas. A vida que eu tinha para mim era uma prisão vivendo na vida de bebidas alcoólicas e músicas profanas.Queria parar de beber de modo que estava as bebidas prejudicando minha saúde ;mas eu não consegui parar.Sempre tinha festas para ir e beber muito;e amigos para ir e pagar as bebidas nos bares.  Mas um dia a situação mudou ;Jesus me das bebidas alcoólicas ,eu tinha 16 anos de idade ,um adolescente ;mas Jesus me libertou o que me aprisionava (as bebidas alcoólicas)  ;das festas de rock;punk;nas quais bebíamos muito e bebidas misturadas e fortíssimas.Em Jesus encontrei a libertação ,me afastei completamente das coisas em que eu estava preso. Eu sofri muito de cenusite que causavam terríveis dores ;mas Jesus me curou.Também fui curado das dores nas minhas costas.As dores eram tão fortes que as vezes eu chorava ;mas Jesus também me curou.E assim Jesus Cristo  me salvou;ele veio também para destruir as obras do diabo e libertar  as pessoas das obras malignas e serem salvos pela graça. 
  
 Após 45 dias de convertido fui batizado com Espirito Santo em uma vigília.

Fui batizado com Espirito Santo apos 45 dias de conversão na segunda semana do més seguinte .Foi em uma vigília que participei das 11:30 a ate as 4 horas da manhã.Eu nunca havia participado de uma vigília na minha vida ;me lembro que o obreiro que estava dirigindo a vigília era um obreiro cheio do Espirito Santo;orando com muito fervor;o nome do obreiro não esqueço até hoje Normando.  

Era muito avivado e conhecido nas igrejas pentecostais de Mauá São Paulo.Ficamos orando todos de joelhos em frente o altar;por um tempo em frente o altar 1:40 minutos direto.DEPOIS todos ficaram de pé e disse que Jesus vai batizar com ESPIRITO SANTO e oramos todos em pé ;havia uns 30 irmãos na vigília;então oramos das 1:30 da manhã até 2:30 .Este período de tempo é que fui batizado com ESPIRITO SANTO.O poder de DEUS foi tão forte que vários irmãos saltavam no poder de DEUS;foi algo impressionante;um avivamento verdadeiro pela palavra de DEUS .Todos se moviam do seu lugar cheios do poder e profetizavam e falavam no idioma celeste.Poucas vezes na minha vida vi o que eu contemplei nessa vigília. 

 O  poder de Deus encheu totalmente o salão onde estávamos ;de modo que eu não percebi quando fui batizado com ESPIRITO SANTO.As 2:30 nos paramos de orar ;o obreiro disse que Jesus me batizou com ESPIRITO SANTO.Alguns dias depois  uma irmã que estava no culto disse que realmente ouve confirmação do Batismo na minha vida conforme as Escrituras com manifestadão do dom de Línguas atos capitulo 2.v1 a4.  

Me lembro bem antes de ser batizado durante os cultos públicos sempre orávamos com as mãos dadas ;mas logo na minha conversão eu sentia forte a presença de Deus tão forte gloria DEUS.Sim foram dias de avivamento pentecostal que o Senhor proporcionou para mim.No ano em fui batizado  com Espirito Santo havia muita sede e preocupação em receber o promessa do batismo.os dons ;evangelizar também de dedicar ao Senhor com muito fervor e oração e vigilas e orar de madrugada e consagrar a vida e estudar a Palavra de Deus.  

          Busquei  o batismo com perseverança 

No primeiro mês de conversão ;muitas vezes nos cultos fui orar com irmãos junto ao altar ;la na frente.Por varias vezes orava em média de uma hora de oração direto ;realmente eu estava perseverando na busca do batismo no Espirito Santo ;pois se faz necessário bambem orar ;crer e estudar a bíblia sobre o batismo todas as referencias e estuda-las muito;pois aumenta nossa fé estudar seriamente sobre o assunto com profundidade.  

Escrevendo sobre o assunto e testemunhando ;neste momento estou lembrando da passagem de atos 10:4 4'''E DIZENDO PEDRO AINDA ESTAS PALAVRAS ;VEIO O ESPIRITO SANTO SOBRE TODOS OS QUE OUVIRAM A PALAVRA"".Quando o irmã orava nesta vigília a qual fui batizado cumpriu na minha vida o que esta registrado em atos 2 V.1"DERRE PENTE "A palavra derrepente significa 'MUITO RÁPIDO".o que a aconteceu comigo foi muito rápido que não sei explicar;2 .30   EU JÁ ESTAVA BATIZADO.Então se cumpre efésios 3.20'HORA AQUELE QUE É PODEROSO PARA FAZER MAIS TUDO MAIS ABUNDANTEMENTE ALEM DAQUILO QUE PEDIMOS OU PENSAMOS ;SEGUNDO O PODER QUE EM NOS OPERA''.  

A bíblia de estudo pentecostal nos traz um comentário da passagem de efésios"'Deus fará por nós ;não somente mais do que pedimos e desejamos em oração ;também  mais do que imaginamos e que podemos imaginar e possamos alcançar.Esta promessa é condicionada ao grau da presença do poder e graça do Espirito Santo em nossa vida.  

REFERENCIAS ef 3.16;;3.16-19;is  65.24;jo 15..7;fp 2..13.Se faz necessário também citar aqui neste contexto do batismo outra nota da bíblia de estudo pentecostal ""Para o cristão progredir na graça ;vitórias sobre Satanás eo pecado ;dar testemunho eficaz de cristã e usufruir  a salvação final é necessário o poder de Deus operando no crente fiel("nota b.d.estudo pent 2008) .      



Precisamos de um despertamento e avivamento. 


 Nos dias de hoje em muitos lugares não se fala ou ensina ou da enfase sobre o batismo no Espirito Santo.Parece que outras coisas tem tomado o lugar na importância na vida cristã quando se diz em buscar o batismo no ESPIRITO Santo.Quase se não se fala mais sobre a doutrina do Batismo e nem se ensina mais por muitos obreiros nem conhece a doutrina direito por não se interessar pelo assunto.Esse assunto esta quase se extinguindo em varias igrejas evangélicas em vários estados do brasil.Mutos lideres estão enfatizando e dando atenção hã outras coisas;por estarem mornos e acomodados;mas o rebanho sofre com esse comodismo dos lideres. 

Exitem lideres que esqueceram do assunto totalmente nos púlpito.Orar por batismo esta cada vez mais raro.A importância do batismo já não é mais como antes  ;buscar renovação ;enfim o avivamento já ficou em 3° ou 4°  lugar na vida de muitos lideres e crentes;e até ficou em ultimo lugar a importância de ver uma igreja avivada. 

Essa situação atual que tenho visto bem de perto ;percebido e pesquisado   nestes últimos anos;a situação esta cada vez mais difícil com a vinda do comodismo;onde se da mais importância ao materialismo e a vida de comunhão com Deus fica sempre nos últimos lugares na vida de muitos crentes.Mas contudo ainda tem muitos irmãos que são zelosos ;fervorosos ;lideres que não são conformistas e estão orando por um avivamento no brasil. 

Embora sejam poucos se desejam uma mudança ;mas estão orando por um despertamento no brasil. Em meu primeiro livro que editamos sobre a doutrina do Espirito Santo nas paginas 68;69;70;falam sobre a urgência de que precisamos de um avivamento urgente em nosso seculo21 .Desejo adiante mostrar a realidade de nosso tempo a necessidade de um avivamento.  

 Discorrendo sobre o reavivamento em meu livro que editamos ;na pagina 68 diz" AVIVAMENTO APROFUNDA A PIEDADE;INCITAM A ORAÇÃO;AVIVAM TODAS AS ÁREAS DA IGREJA;MAIS CRENTES PODEM TRABALHAR EM NOVAS CORRENTES DE INFLUENCIA DINA;SE ABREM ;E MAIS PESSOAS SÃO LEVANTADOS PARA O SERVIÇO DO senhor DE MODO ESPECIAL COM DONS ;TALENTOS SÃO DESPERTADOS  E MAIS CHEIOS DO ESPIRITO SANTO.DIFICULDADES SÃO SANADAS;DISCÓRDIAS SÃO ELIMINADAS;PREDOMINA O AMOR FRATERNAL TAMBÉM E A COMUNHÃO É FORTALECIDA;E ESTENDE-SE O CONHECIMENTO E AS EXPERIÊNCIAS DAS VERDADES''.  



 Outras coisas que sucedem nos avivamentos 



 "'OS AVIVAMENTOS TIRAM AS IGREJAS DA ROTINA DO FORMALISMO;DAS MODAS MUNDANAS E MAUS COSTUMES SÃO DEIXADOS DE LADO;E ASSIM INTRODUZINDO NOVA VIDA EM TUDO.ALIVIA AS GARGAS DO MINISTÉRIO;POIS É BEM MELHOR PREGAR E ORAR NA PRESENÇA DO ESPIRITO SANTO"'.NOS AVIVAMENTOS OS CAÍDOS SÃO LEVANTADOS E DÁ A IGREJA UM CAMPO MAIS LARGO ;NOVO FOLEGO E NOVA UTILIDADE".  

Em ocasiões de avivamento dão inicio a caminhada cristã missionaria ;ministros ;ensinadores;nascem nos avivamentos e por eles surgem sociedade cristã e que abençoam o mundo.O que estou discorrendo sobre essa realidade de hoje é puro ;é verdadeiro.Um pastor americano Thomas trask líder da ASSEMBLEIA DE DEUS disse o seguinte expressão em sua entrevista no jornal mensageiro da paz"""Reavivamento é a manifestadão de Deus em abundancia;o avivamento é preveniente de fatores como por exemplo ;leitura da bíblia;oração e fome espiritual;Deus se move em direção á nos ;e o resultado é palpável"".  

Precisamos de um urgente avivamento sobre o brasil;um despertamento espiritual de proporções nunca vista antes.Situação atual é muito séria se formos analgizar a luz da bíblia.Pergunto como pode pode um pentecostal esquecer da importância do batismo?respondo é o comodismo do lideres pentecostais;a mornidão chegou em muitos lugares;mas na realidade os mornos e acomodados não reconhecem isso por perderam a visão de aguia do real avivamento pentecostal.Prossegue o pastor Thomas trask dizendo""quando há reavivamento ;há evidencia de santidade;torna sensível a voz do Espirito Santo;que nos faz saber aquilo que não agrada a Deus;depois vem desejo de estudar a Palavra ;orar e ter uma vida consagrada ao Senhor ; ciente da responsabilidade da evangelização"".Deus tem mostrado  aos seus servos que esta levantando "uma nova geração "o reavivamento em nosso brasil vai começar ou pode esta já iniciando com a nova geração .  

Nós somos está nova geração ;pois estamos cansados de ver tanta frieza e mornidão em nosso tempo e seculo.Os acomodados são tantos que é possível vê-los visivelmente seu comodismo pelo tipo de vida anêmica espiritual e raquítica.Que nos que estamos vendo tanta frieza possamos continuar perseverando na oração;consagração;não seguindo o exemplo dos mornos ;indiferentes ao avivamento;mas Deus não vai permitir que esta situação continue por muito tempo.Os que Deus esta levantando estão passando por muitas lutas que nunca esperavam que iriam acontecer;mas se tu és um escolhido;tenha certeza que Deus levantará ai na sua cidade para uma obra extraordinaria;não desanime diante de coisas que as pessoas falam de você.  

Se és perseguido não desanime;eu já passei por muitas lutas de invejas por continuar vivendo no avivamento desde quando fui batizado;sirva Deus você ;não olha para os indiferentes que não se preocupam em buscar ao Senhor ;em viver um avivamento;sim tu deves conservar o teu avivamento;em buscar o revestimento;permanecer com a chama do batismo e não se apagar;se outros se esfriaram ;se acomodaram;se os sacerdotes perderam a visão da obra de acordo com as escrituras ;não se preocupe;Deus te escolheu e um dia você poderá estar no altar sendo abençoado ou abençoada com um ministério e com avivamento real e outras pessoas serão alcançadas com fogo do avivamento. 

AS vezes parece demorar que o Senhor vai te levantar ;mas ele não esqueceu do teu ministério.Mas quando o Senhor te levantar nessa nova geração com avivamento ;boce muito o glorificará e ele te exaltará.           



           Inícios literários-hinos ,poesias etc.



Testemunho quando comecei a escrever música,poesias.     
Comecei a compor desde minha conversão ao evangelho apoś ser batizado com Espirito Santo.Escrevi meu primeiro hino  estimulado (Senhor venha me fortalecer).Não coloquei a data do hino e a experiência foi uma benção na graça e no poder de De DEUS.A LETRA surgiu quando já havia mudado de lugar.Este hino surgiu no primeiro semestre de minha conversão ao evangelho de Jesus Cristo.  

Eu me encontrava na calçada sentado ;era umas 5 horas da tarde ;eu estava muito triste e angustiado ;e chorando sozinho ;não havia ninguém para mim conversar.A rua estava deserta ;e senti forte o poder de DEUS;naquele momento ou dia eu estava enfrentando uma perseguição por causa que eu havia me convertido por algumas pessoas que não gostavam de mim mais quando me converti.  

Havia dificuldades financeiras ,então derrepente senti forte a presença de Deus ;o Senhor se compadecendo de mim me consolando  naquele momento tão difícil para mim.Então naquele momento de silencio;sentado na calçada    a rua estava deserta ;era domingo de tarde e sozinho escutei a voz do Senhor me dizendo: "" MEU FILHO TE ALEGRES PORQUE TE SALVEI DESTE MUNDO TENEBROSO;NAS LUTAS E TRIBULAÇÕES ESTOU CONTIGO;TE ALEGRES MEU FILHO PORQUE CHORAS?FALAREI A TI  ATRAVEZ DE MEU AMOR;NINGUÉM PODERÁ TIRAR DE MINHA PRESENÇA;NEM ARREBATAR DE MINHAS MÃOS ;POIS EU TENHO PODER PARA TE LIVRAR DOS TEUS PIORES INIMIGOS;FILHO CONTINUA SENDO HUMILDE;EU VOU TE FORTALECER;NÃO DESISTA;A TI DAREI VITÓRIAS;E A AOS MEUS ANJOS DAREI ORDEM;AS SUAS LAGRIMAS TENHO VISTO;POIS EU TENHO VISTO O QUE TENS PASSADO.NÃO TE PREOCUPES COM COISA ALGUMA;EU VOU TE FORTALECER"  

Então o primeiro hino surgiu em meio a terríveis lutas ;lagrimas;aflições e fúria das perseguições foi assim o inicio do primeiro  hino.Eu não conhecia e nem sabia que o plano seria tão grande na musica ou louvor;e centenas de letras surgiram e hoje dezenas musicas escritas ou composições. 

Naquele dia quando o Senhor falava comigo ;era uma voz de PODER para mim pessoalmente ;com visitação de muito poder naqueles minutos ;pois nunca vou esquecer daquele dia ;até o dia de hoje.Foi em dia de aflição muito grande ;e muitas lagrimas ;mas o Senhor se compadeceu com misericórdia ;pois nos ama ;ELE fala conosco.  

Continuava escrevendo ;mas não dizia nada a ninguém sobre que eu escrevia as letras.Então prosseguia a escrever conforme o Senhor me concedia as composições;nem meus parentes até certo ano não sabia que eu estava compondo a alguns anos.Depois  de alguns passarem é que eles ficaram sabendo que escrevia musica.Por varias vezes ;enquanto eu escrevia as composições a presença do Senhor esteve presente ;ouve vezes que tive que parar de escrever ;interrompia pelas lagrimas de alegria e pela manifestação do poder de Deus.Hoje em dia consigo entender as experiências que os compositores BACH E HANDEL tiveram em suas vidas em compor musica sacra barroca ;os dois compositores evangélicos eram avivados e serviam ao Senhor ministério e chamados a música.  

Até hoje tenho as paginas originais manuscrita de todos os hinos escritos ;todos manuscritos bem conservados.Ceta vez eu havia perdido o primeiro manuscrito do primeiro hino ;mas achei ;estando totalmente preservado e inteiro sem rasura.Graças a Deus que Senhor me livrou de perder para sempre o manuscrito original;pois foi também escrito á caneta.;pois eu não disponibilizava de recursos de informática ainda;mas com passar do tempo foram então digitalizadas ou escritas no computador as primeiras 285 letras e registradas.  

 Após 3 anos escrevendo  escrevi uma nota de agradecimento ao Senhor em uma pagina de caderno e tenho até hoje bem conservado ;escrevi grato ao Senhor as seguinte palavras(GRAÇAS DOU A DEUS POR TUDO POR TER DADO A GRAÇA PARA COMPOR HINOS ;PELAS LETRAS CONCEDIDAS NESTES TRÊS ANOS QUE SE PASSARAM ;POIS JÁ ESCREVI DIVERSOS HINOS ;SENHOR NÃO SOU DIGNO ;NÃO SOU MERECEDOR;QUE EU VENHA TE SERVIR ;ME GLORIAR EM TI SENHOR;POIS MEU PROPÓSITO É TE SERVIR NO TRABALHO DA OBRA;É PARA EDIFICAÇÃO DE MUITOS PARA GLORIA DO TEU NOME E ALEGRIA   DE MUTOS CORAÇÕES É UM PRIVILÉGIO TE SERVIR POR MEIO DESTE MINISTÉRIO DA MÚSICA;MUITAS LUTAS PASSEI ;MAS OS INIMIGOS NÃO IMPEDIRAM DO SENHOR ME ENTREGAR MAIS ESTA DADIVA DE ESCREVER COMPOSIÇÕES). 

 Escrevi este texto de agradecimento ;é na verdade uma oração de gratidão a Deus ;uma dedicatória ao Senhor ;com gratidão  ;de reconhecimento que o SENHOR TEM ABENÇOADO com as composições para gloria DELE;com propósito no ministério do louvor para edificar ;evangelizar as pessoas com as mensagens e não simples mente para me gloriar ou com objetivos errado.Passei escrever após um certo tempo  composições maiores ;com mais estrofes ;mas o tempo passou ;então estudando os livros de poesias ;entendi que varias estrofes métricas na verdade eram de caracter e e classificadas especificamente de poesias ;então mediante as instruções dos livros a respeito da poesias ;fiz separação de gênero literário (POESIAS E LETRAS).  

Foi bastante  trabalhoso  e pude pedir conselhos e instrução para professores de português que eu conhecia  na área da literatura ;e estive examinando vários livros de literatura brasileira;e pesquisando nas bibliotecas.Tive bons conselhos e instrução de professores de português na realização da separação dos gêneros poesia e letras de musica;assim consegui organizar e separar em pastas todas as folhas escritas. Havia obras de 7 a 8 e mais estrofes ;mas eu não sabia que deveria fazer a separação dos gêneros.Mas consegui e separei os gêneros específicos.Foi muito trabalhoso a cansativo e meses ;mas tudo sucedeu bem.  

Ainda relacionado ao ministério do louvor ;participei no coral no período de 2 anos .O nome do coral era (BRADOS DE ALELUIA) DA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MAUÁ).Avoz no coral era voz TENOR ALTO.Me lembro bem maestro e professor de musica;ele se chama evangelista JACI;muito de ajudou em dias que eu queria desistir de canta tenor.O evangelista edimilsom também me incentivou a continuar e tudo bom.A lembro bem que a presença de DEUS era constante nos ensaios na sexta feira.Nos ensaios havia momentos que todos ficavam cheios do Espirito Santo de tal modo que o ensaio era interrompidos ;havia mensagens proféticas;;batismo no Espirito Santo ;muito alegria e renovação e avivamento.Eram mais de 30 componentes.  

Quando o coral cantava aos domingos ;JESUS visitava a igreja de maneira gloriosa ;é difícil para mim esquecer desses momentos tão maravilhosos que tivemos 2 anos que participei do coral ;brados de aleluia.  

 Foi nesse coral que aprendi aprendi sobre tenor e meu chamado para cantar voz tenor;posso um dia aperfeiçoar mais.    


             Evangelismo ou Missões urbanas 


Logo após ser batizado com Espirito Santo,com 45 dias de conversão,Deus me chamou para o trabalho de evangelismo.Com apenas 16 anos de idade o Senhor Jesus me chamou para trabalho de evangelização e pregar,o evangelho,e sempre preguei no texto de JO 14.6 no inicio da minha conversão,e distribuindo folhetos que tenho e e faço até hoje.O folheto que muito distribui tinha o assunto impresso"Jesus o caminho".Muitas vezes distribuía folhetos nos lugares onde passavam muita gente em Mauá-SP,cidade a qual Deus me concedeu a oportunidade de pregar nas diversos ministérios pentecostais e distribuir folhetos em grande quantidade de milhares,calculo que mais de 30 mil folhetos no decorrer de mais de 10 anos de evangelismo nas praças.E nas milhares de casas em diversos bairros e nas ruas dos bairros,e  convidando as pessoas e dizendo a elas sobre(JO14.6),abrindo a biblía e explicando a pessoas.

Distribui folhetos em pontos estratégicos onde passavam centenas de pessoas,principalmente aos sábados,dia que evangelizei na passarela por período de varíos anos.Depois como tempo ,fui para diversos bairros,escalando a cada domingo á tarde as ruas dos bairros de Mauá-SP tudo organizado com a direção de Deus.Até que todas as casas do bairro fossem alcançados,depois ai para os outros bairros,de casa em casa,em,eu colocava na caixa do correio os folhetos nas casa.Se tinha alguém no portão da residenciada casa,então os convidava  para ir na igreja e abria a biblía no evangelho de João 14.6.E as vezes lia ,e outras vezes a pessoa ouvia a pregação sobre o texto do evangelho,e outras não queriam me ouvir,mas começavam a ler o folheto sozinhos,e assim a mensagem do folheto tocava nas pessoas,e muitos das pessoas dos vários bairros diziam que iriam em alguma igreja que precisavam ouvir o evangelho.    

 Não esqueço de algo,certa vez perguntei a uma pessoa,onde que eu poderia evangelizar,então,a pessoa da igreja me falou,que posso evangelizar?então a pessoa da igreja me falou que posso iniciar o evangelismo na passarela,ao lado da estação de trem,na praça,este lugar foi onde iniciei o evangelismo,em Mauá-SP.No inicio foi um pouco tímido,ali passava centenas de pessoas em questão de 2 ou 3 horas de evangelismo,então sempre levava de 200 folhetos no minimo,e comprava quantias cada vez maiores,distribuindo uma média de tarde no sábado, 400 folhetos por semana.Me lembro que teve um dia que distribui 800 folhetos em 3 horas de evangelismo.Havia sempre alguém que amaçava o folheto e jogava na minha frente,mas não me fazia desistir,mesmo assim prosseguia.

No período da manhã,no sábado,ou no domingo,era a consagração de manhã até 12:00,e depois ,ia para o trabalho de evangelismo,quando iniciei o evangelismo aos domingos também,de sábado para o domingo frequentava uma vigília aos finais de semana,na capital de São Paulo,no Parque Dom Pedro,perto da Praça da Sé,e próximo do Brás,vigilais a qual eu ia de trem,mas de tarde no domingo,mesmo assim após ter passado vigília na madruga,tive tempo para ir aos bairros escaladas no mês  etc,e ruas evangelizando.

Fui batizado com Espirito Santo em fevereiro,a assim o evangelismo começou após ser batizado com Espirito Santo.Estudei livros sobre evangelismo que muito me ajudaram também a alcançar pessoas,pude ler vários artigos á respeito do assunto,serviu para mim de grande ajuda,pois nos livros sobre evangelismo contíam ensinos biblícos,com citações biblícas,embora não tive instrução no inicio sobre evangelismo,mas os vários artigos dos livros me ajudou no ensino biblíco e pratica do evangelismo de modo certo.  

Depois de meses evangelizando na passarela,Deus me direcionou a ir começar o evangelismo nos bairros inteiros.escalava um bairro por mês ou mais tempo,evangelizam
do o bairro rua por rua,casa por casa até que todas as casa fossem alcançadas,isso aos domingos,de tarde,de casa em casa,convidando as pessoas,e deixando os folhetos e convites na caixa do correio das casas e falando pessoalmente do evangelho com bíblia aberta.Havia bairros que as vezes era preciso de 4 á 5 domingos para evangelizar inteiro com os folhetos e falar ás pessoas.Em média por domingo,já passei de 200 a 300 casas com folhetos e pregando e evangelizando todos á ir na igreja ouvir a Palavra.

Me lembro que nos dias de calor.sempre havia alguém que me dava um copo de água para beber,pois havia bairros que já cheguei andar uma hora para chegar e depois iniciar o evangelismo,iniciava muitas vezes depois de andar 30 a 40 minutos para chagar nos bairros.Na maioria das vezes,andando,pois a situação era difícil  naqueles dias,e não me permitia utilizar os ônibus circular e Mauá,que circulam nos bairros.Mesmo com minha dificuldades,Deus sempre me abençoou minha saúde,mesmo nos dias da falta de dinheiro para ir de ônibus  circular para voltar de ônibus ou no sábado ou no domingo.  

Era interessante que ,era difícil no caminho de ida ou de volta do evangelismo enfrentar chuva ou tempestades de chuva Sempre conseguia chegar em casa antes de chover,e outras vezes chovia logo após eu chegar em casa.Outras vezes eu chegava em casa e depois de uns minutos começava á chover.Deus sempre me livrou das chuvas nos evangelismo nos bairros,que andei certas distancias.E assim,conheci a maior parte dos bairros de Mauá evangelizando e pregando nas igrejas,uma parte ou todo bairro,pois passei andando de rua em rua evangelizando  boa parte de casa em casa de rua em rua tudo para glória do Senhor Jesus(AP 1.8).

Houve dias difíceis que não havia condições financeiras de comprar folhetos.Eram dias que eu fiquei muito triste quando chegava sábado ou domingo,quando  neste ocasião não tinha folhetos por um mês,mas depois de um mês certa vez sem poder evangelizar,depois nunca mais me faltou folhetos até  o dia de hoje,nunca mais me faltou folhetos.
Posso dizer sem exagerar que passei em milhares de casas somando as casas de vários bairros nos que alcancei com o evangelismo ou que evangelizei em Mauá-SP,bairro por bairro,casa por casa na maior parte dos bairros ou pelo menos vamos dizer 50 por cento dos bairros,pois somam mais de 10 anos de evangelização  na distribuição de mais de 30 mil folhetos.

É com alegria que não posso deixar de relatar aqui sobre o evangelismo,no ano de 1997 e 1998,etc.Jé estive pregando ao ar livre,foi difícil encarar as pessoas na praça  pública em Mauá,só havia pessoas na praça que não eram crentes,e havia muitas pessoas ali na praça no horário de pregar,mas Deus abençoou e pregamos o evangelho,principalmente no evangelho de joão,e as vezes,pregando sozinho,sem haver companhia de algum da igreja.Depois começamos á pregar na estação de trem,e também junto a distribuição de folhetos também.Antes de embarcarem no trem.  

Também tive oportunidade de evangelizar no terminal de ônibus central,ao lado da praça  e da estação.Enquanto as pessoas esperavam o ônibus que demorava e em fila estavam e amontoados as pessoas ao redor esperando o ônibus,então eram momento de pregar nas plataformas cheio,e centenas de pessoas ouviam o evangelho nas varias plataformas que revezamos,e assim centenas de pessoas ouviam o evangelho de Jo14.6. 



                Evangelismo nas igrejas de Mauá

              São Paulo.


Me  lembro da data do primeiro dia em que fui separado á obreiro oficialmente,foi no dia 21 de março,eu estava com 18 anos de idade.Jé havia sido batizado nas aguas,.No dia 15 de junho,do mesmo ano,ou seja,após 3 meses de obreiro,comecei a pregar a Palavra em diversos lugares em Mauá,e região,inclusive no litoral de São Paulo,no Guarujá nas igrejas evangélicas algumas vezes.Até o dia de hoje tenho lembranças d as igrejas do Guarujá,de obreiros conhecidos.Então a ministração da Palavra nas congregações ,foi mais uma porta da Palavra que o Senhor me chamou para alcançar mais pessoas com o evangelho de Jesus.Em Mauá e outros lugares,em São Paulo,mas também em Santa Catarina,onde estou morando servindo ao Senhor. 


         Grande apoio ao evangelismo em 2008 


Em 2008,logo no inicio do ano,havia mudado de bairro,a congrego então no jardim Bandeirantes na Assembleia de Deus sede(conamademp),e era melhor para mim congregar e mais perto,período que presidiu o O pastor Silvano Rodrigues e também mais recente pelo Pastor Nerivaldo Aciole irmão do Pastor Nerildo Aciole,me deu a congregar pois o jardim Zaira ficava longe para mim congregar lá.  

Então na sede do Bandeirantes,a congregação ainda está no mesmo lugar,inclusive atrás do ginásio São João,e próximo a avenida Barão de Mauá.Então ali no bandeirantes fui bem recebido,inclusive na reunião de obreiros,tive apoio incentivo para o trabalho de evangelismo imediatamente.Logo no inicio me arrumaram milhares de folhetos,e foram bem utilizados,em todas as vilas ao redor do jardim bandeirantes as pessoas foram alcançadas,centenas emilhares foram evangelizadas. 
Sempre podia para ser escalado para o estacionamento da igreja,pois assim á noite passava dezenas de pessoas na avenida,eu estando eu sendo escalado la para fora no estacionamento,havia então oportunidade de evangelizar as pessoas que passavam na calçada e avenida em frente a igreja.  

Em 2008 em diante é o período que mais Deus me concedeu a oportunidade para evangelizar pessoas,tendo condições de material evangelístico.Atualmente aqui no sul,continuo com o trabalho de evangelização,no interior.Continuamos como evangelismo no sul,desde 2011.Com folhetos e também tem surgido biblías doadas e já distribuídas.Deus tem provido milhares de folhetos e centenas de biblías no ano de 2011.Todas as biblía já foram distribuídas as pessoas. 



                            Grato sempre a Deus  


Louvo a Deus e glória seja dada á ele por todo este tempo que o Senhor me chamou e trabalhando no evangelismo voluntariamente evangelismo.O Senhor tem providenciado,abençoado,direcionado,o trabalho na seara.Enquanto.Enquanto muitos só estão preocupados com coisas vãs,que o Senhor ma ajude nesta obra de semear a semente do evangelho,obedecendo o ide de Jesus,pregando seu evangelho sem modismo e heresias.

Tenho persêbido que muitos não dão mais importância em evangelizar com á distribuição de folhetos ou material impresso,mas sou testemunha que nestes anos trabalhando voluntariamente no evangelismo com folhetos,já vi pessoas reconciliarem e aceitarem á Jesus atravêz do trabalho de evangelizar com folhetos. 

Se você tem uma chamada para evangelizar,se una a um grupo de evangelismo onde você congrega,saiba que Deus tem uma chamada para ti.O Senhor tem um trabalho para você no evangelismo também.O Senhor vai fazer algo por seu intermédio,não permita á timidez bloquear a obra,que ele tem te chamado.

Já passei por desanimo com dificuldades para continuar evangelizando.Certa vez eu estava quase parando no ano de 2010,mês de novembro,mas uma irmã  da Assembleia de Deus em Mauá por nome Francisca me falou algo"Deus não quer que você pare de evangelizar com os folhetos".Muito precisei daquela palavra,naquele momento por causa que eu estava desanimado e enfrentando muita luta espiritual,mas as vigílias que tinham no Zaira,eu não havia desistido.Achava que não estava tendo resultado o evangelismo nos bairros ao redor do Jardim Bandeirantes e Jardim Feital etc,em distribuir folhetos,mas entendi que devo lançar a semente da Palavra,Deus fará o crescimento,ou seja o que entendi na Palavra.

Existem tempos difíceis para plantar ou semear,lançar a semente,tem o tempo de colher o crescimento,e o tempo do crescimento surgem resultados,e trabalhar de Deus na seara.Nosso trabalho é lançar as sementes,os resultados podem até demorar para nós,mas resultados certamente surgirão.Resultados virão após meses ou ate mais tempo ou imediatamente ou mais tempo ainda,mas que surgirão no tempo do Senhor.Isso é que importa sabermos e entendermos isso,é uma realidade inêgavel.


Nosso trabalho não é vão no Senhor.No tempo que se passou até hoje,sou grato pela oportunidade até hoje em prosseguir no trabalho voluntario do evangelismo,alcançando pessoas em nome de Jesus.  




         Evangelismo por emissoras de radio  

          Evangelismo ou missões urbana

Foi difícil no inicio quando comecei com o evangelismo pelo radio de 2 horas de tempo aos sábados 22:00 a 23:50.Me lembro da data pré inicio ,foi no sábado em 15/8/,mais de 10 anos .No sábado dia 21/8 foi até uma noite de culto de ceia na igreja e após a ceia ,me dirigi á radio comunitária,então as 23;00 fui para uma vigília com um grupo de irmãos.Então o primeiro dia no radio fui auxiliado por alguns irmãos que me ajudaram,partir dai ,foi o começo  em aprender a ter pratica.Também cooperei voluntariamente na mesa de som por vários dias e meses,aprendendo.Também cooperei voluntariamente na radio comunitária cristã.Depois de um tempo,o horário  foi mudado de horário.

Hoje sou grato á Deus também pela oportunidade que Deus me havia concedido por 4 anos pelo radio.Todos os obreiros devem investirem no trabalho de evangelização pelo radio etc.Sou testemunha e com experiência que é possível evangelizar pelo radio.Que os que tem vocação aptidão,e principalmente chamada á evangelização,que os lideres investem em radio,sempre haverá alguém que se dispõe a ir te ajudar a evangelizar pelo radio.Não basta só falar do departamento de missões,se tu esquece de ter departamento de evangelização estruturado,organizado,dinâmico.Não basta falar de missões,e o evangelismo que está esquecido em sua igreja local ou cidade?muitas igrejas as vezes não cresce porque não se fala de evangelização e nem existe equipes de irmãos que se unem para  orar em jejum para Jesus salvar almas nos bairros ou em sua sade,ou no município onde você congrega.

Existem hoje vários lugares uma negligência no evangelismo,pois vários,por incrível que pareça na igreja local e até em certas sedes,não existe departamento de evangelismo e nunca se vê folhetos para evangelismo etc.Pois existem lugares que não existe incentivo ao evangelismo,e raramente se fala de evangelismo,então o resultado é de pouquissímo crescimento da igreja local ou da sede de salvação de almas.Muitos estão conformados com está situação,poucos salvos e não se fala de evangelismo,em formar departamentos para evangelizar nos bairros ou nas grandes cidades ou sedes.

O resultado no crescimento quase não existe,o evangelismo foi esquecido e outras coisas são lembradas e enfatizadas na igreja local ou em sedes,mas organizar o evangelismo todos mês ou cada 15 dias,está esquecido totalmente,sendo que uma das coisas mais importantes que evangelizar,está fadado ao fracasso e vários lugares,ou totalmente  fracassado,pois não existe trabalhos com grupos em sair pelas ruas e bairros para evangelizar.A responsabilidade é nossa.Existem investimentos em coisas secundarias,superfúlas as vezes,mas o evangelismo não existe ajuda financeira para comprar material impresso,folhetos,biblías,livros de evangelismo,CDs com hinos,não investem em radio.  

Na verdade a realidade é essa existe em vários lugares e denominações um desprezo no que tange ao evangelismo.Existe que compram material para evangelizar porque onde congregam não encontram nenhum material para evangelizar,na secretaria das igrejas onde eles congregam,existe hoje um desprezo em evangelizar e outros nem sabem como iniciar o evangelismo,desejando evangelizar,mas a negligência é muito grande.O evangelismo tem que ter condições básicas,requer investimento financeiros,todo mês,mas dificilmente se escuta alguém no púlpito em muitos lugares alguém dizer que "precisamos investir no evangelismo e estruturar o departamento. 

Investimento no evangelismo está acabando em vários lugares a cada dia isso vem aumentando nas igrejas diversas,e automaticamente o incentivo dos congregados diminui e o evangelismo vai parando por falta de pequenos recursos básicos e o apoio financeiro,pois existe gasto.Com missões normalmente muito bem,mas evangelizar requer pequenos gastos,muito inferior ou bem pouco quase nada no que na realidade precisa urgente ser feito antes que o evangelismo venha parar totalmente e a consequência  é que sua igreja local ou sede venham parar o crescimento,então chega de conformismo .  

Jesus tem propósito com sua vida,com sua igreja,mas você  precisa lembrar que precisa  ter um departamento de evangelismo,também manter,investir na estrutura,analizar as necessidades,pois existem gastos na compra de material para distribuir folhetos,biblías,revistas de discipulados etc.

                                                      
         Voltando ao modelo da igreja primitiva

Á igreja atual não pode prescindir do exemplo da igreja primitiva.Ela é o padrão para todas as iniciativas,seja em que área for da vida eclesiástica.Por sua contemporaneidade apostólica,recebeu os ensinos de Jesus em primeira mão e deixou uma herança de valor incalcúlavel para gerações seguintes e a nossa também. 


Mesmo que a igreja de hoje esteja vivendo em outro contexto no qual os métodos precisam ser reciclados a cada dia,para acompanhar á velocidade das mudanças,renegar os princípios que norteiam a ação da igreja primitiva é praticar morte espiritual.As estratégias se alteraram e outras surgem com o tempo.Hoje temos por exemplo,a pagina impressa,mídias,os velóses meios de transportes,á informatica,e a cada dia que passa surgem novas descobertas na área da comunicação.Deve á igreja utilizar esses recursos de maneira licíta para alcançar com evangelismo.No entanto os princípios biblícos que tiveram lugar na igreja primitiva são  imutáveis,tem caráter universal e se aplicam as heranças culturais de todos os povos,isto quer dizer que a menssgem do evangelho não se modifica de acordo com as circunstáncias.   

Trabalho de pregação da palavra e evangelismo estendeu-se para a programação de radio.Tive oportunidade de ter um programa de radio próprio no período de 4 anos com duas horas de tempo.Por um tempo aos sábados e depois aos domingos.Aos sábados 22:OO as 23:55 ;e depois aos domingos 11:00 as 13:00.Foram ministrados muitos estudos bíblicos;uns 120 temas.Em todos os programas ministrei;sempre com um tempo de 30 minutos para pregar no minimo.Nesse período de 4 anos quando estive na radio ;pude recitar poesias que escrevo ;houve instruções bíblicas;comentários esclarecedores diversificados de assuntos tratados de modo didático e pratico e seriedade.  Ministério do ensino.chamado por Deus ao ministério do ensino das escrituras.Me lembro bem até hoje do estudo com o tema do ensino do estudo a respeito ;que foi ministrado pela primeira vez.O estudo tratado foi sobre o "batismo no Espirito  Santo".Então após o termino do estudo oramos para Jesus batizar e uma irmã foi batizada ;e isso foi em confirmação ao meu chamado ao ministério do ensino da parte do Senhor.Para mim foi um sinal da aprovação para trabalhar no ensino das escrituras gloria Deus. 

Naquela noite a presença do Senhor do poder de Deus ;o avivamento pentecostal esteve presente muito forte sobre todos.Havia passado um dia antes na madrugada no mesmo dia em vigília e consagração e a noite o Senhor nos surpreendeu enchendo todos presentes do Espirito Santo.Então desde esse dia o Senhor tem me abençoado no ensino; comecei no ensino como professor da escola dominical algum tempo. 

Então pude me aperfeiçoar melhor me formando "bacharel em teologia"em uma faculdade cristã;assim tendo habilitação para lecionar em instituto bíblicos ou em faculdades evangélicas.Nesta chamada no ensino ;Deus tem me abrido as portas no ensino,também na internet,com o blog inicio e depois o sate. 

Já tive oportunidade  de proferir diversos e dezenas de estudos;palestras em igrejas e emissoras  de radio.Na   área da educação cristã tenho escrito livros;artigos  estudos para sate;hinos ;poesias ;apostilas ;comentários biblícos selecionados voltados com propósito para ensino ;enfim na área da educação cristã do modo bastante abrangente de diversos temas ;pois devemos ser servos também na área do ensino ou educação cristã para gloria do SENHOR. 

 Me lembro agora que tive oportunidade de promover e fui convidado para lecionar em um seminário biblíco de 4 dias de estudos;material escrito e apostilado que escrevi.O tema abrangeu um assunto sobre escatologia biblía.Naqueles dias de seminário tive uma nova experiência na área daeducação cristã ou ensino.Oramos pelos enfermos e pessoas foram curadas na hora.                                    

Escritor.Escrevo desde minha conversão ou desde novo convertido;quando o Senhor Jesus me chamou para escrever letras ;poesias ;também apostilas;alguns anos atraz   mesmo antes de ser patrocinado com uma edição única do livro intitulado "Espirito Santo consolador";Deus já havia confirmado sobre a obra na literatura cristã e falado e confirmado.Um certo tempo fui contemplado com um patrocínio de um livro  ;e assim me possibilitou  iniciar na área da literatura cristã como escritor evangélico ;não só de compositor e poeta ;mas também de escritor evangélico.  

Este livro teve boa aceitação em Mauá e região (São Paulo); E no interior de Santa Catarina também(alto vale). Pesquisador na área bíblia.Com graça de Deus em Cristo;prossigo nas pesquisasbiblicas doutrinaria;apologética etc.Percebo que muitos tem perdido o zelo em pesquisar as Escrituras também em ensinar e estudar as escrituras sagradas.Tem surgido muitas heresias por ai;devemos estar alertas .Devemos ter maior participação na escola dominical;ler as escrituras ;participar das escolas biblícas anuais de  obreiros ;seminários ;conferências;nos cultos de doutrina;estudar em instituto biblíco etc. 

Os obreiros não podem ser acomodados em aprender ;inclusive os lideres devem investir para que os membros e obreiros buscam mais conhecimentos a aperfeiçoamento e jamais abrir mão de bons costumes e nunca devem se corromper com as novas teologias liberais que tem por ai e tem entrado em alguns lugares.                         

Comentários do antigo e novo testamento. algum tempo com ajuda de escrito comentários selecionados das escrituras ;exegético e expositivo do antigo e novo testamento.                 



Apologéta  e pesquisador no assunto.Participei de cursos na área da apologética cristã pela (cpad) do rio de janeiro; atravez dos periódicos.Em uma monografia escrevi  e estive abordando um tema sobre apologética cristã.Tenho tido oportunidade de estar realizando pesquisas do assunto;seitas;heresias;falsas doutrinas;modismo;liberalismo teológico ;modernismo.As falsas doutrinas estão por ai com propósito de enganar as pessoas simples na fé.Devemos estar a tento as falsos profetas que estão por ai que estão falando de falsos ensinos;heresias que não tem nada haver com o que as escrituras dizem .Formação teológica biblíca.Desde minha conversão jé estudava a biblía sagrada seriamente;antes de estudar teologia;mas contudo eu já estava escrevendo ;compondo hinos e poesias e pregando a palavra de Deus.Então antes mesmo de pregarmos a palavra nos púlpitos.Comecei a pregar com 18 anos ;pela primeira vez .Já dedicava aos estudos e meditação.  

 Nas vigílias que estive participando em (Mauá-SP);após períodos de oração nas  vigílias  ;sempre havia um tempo reservado para ler a palavra do Senhor.Eram vigílias 23:00 até 5:00 horas da manhã ;então um tempo era reservado para meditação . 

Mas interessante que não era só eu que meditava nas vigilas;mas havia mais irmãos também que liam as escrituras nas vigílias.Em muitos cultos normal na semana etc;eu via sempre alguém lendo a biblía;hoje em dia há muito comodismo;dificilmente a gente ouvi que alguém leu a biblía toda. 

 Me lembro que a situação financeira era difícil;quando comecei a estudar;certa vez atrasei 10 meses de menssálidade no básico em teologia no ;mas não desisti e nem faltei em nenhuma aula.Então passou o tempo ;meu desejo no futuro sempre foi me formar bacharel em teologia;mas as minhas condições financeiras não alcançavam;então Deus abriu a porta para mim e consegui me formar bacharel em teologia com ótimas notas para gloria de DEUS NO TEMPO CERTO.           



                                    Grato á Deus



Sou grato ao  Senhor por tudo   que TEM FEITO NA MINHA VIDA.Nestes anos que se passaram ;pelos muitos obreiros e irmãs em Cristo  que conheci e alguns ainda até hoje oram por mim.Este sate é para ser sempre gloria para DEUS. 

 Me lembro da história do compositor barroco e evangélico na Europa Sebastian Bach;que em todas as suas composição de sua Austaria ele escrevia(s.g.d) seja gloria para DEUS.Neste mesmo objetivo  surge este sate ;não para sermos chamados de grande etc ;antes desejo ser chamado de servo de Cristo;ministro da palavra do que se gloriar. 

  O nosso fundamento é de edificar todas as coisas em JESUS EM SUA PALAVRA.                                                   

      

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Subsidio BETEL aprender com as gerações n.4







                           
                     Escritor Professor Mauricio Berwald                

Introdução

Maschil de Asafe. Ou para "Asaph" F6; Um salmo doutrinal e "instrutivo", como a palavra "Maschil" significa; Ver Salmo 32: 1, que foi entregue a Asafe para ser cantado; O Targum é,"A compreensão do Espírito Santo pelas mãos de Asafe".

Alguns pensam que Davi foi o penman dele; Mas a partir da última parte dela, em que se faz menção a ele, e de seu governo do povo de Israel, parece que foi escrito por outro, e depois de sua morte, embora não muito tempo depois, já que o relato é Não levava mais tempo do que era; E, portanto, é provável que tenha sido escrito por Asafe, o principal cantor, que viveu naquela idade: quem quer que fosse o penman dele, é certo que ele era um profeta, e assim foi Asaf, que é chamado vidente, o mesmo Com um profeta, e que é dito para profetizar, 2 Crônicas 29:30 e também que ele representou Cristo; Para que o Messias é a pessoa que é introduzida falando neste salmo está claro de Mateus 13:34 eo todo pode ser considerado como um discurso dele para os judeus de seu tempo; Dando-lhes uma história dos israelitas desde a sua primeira saída do Egito até os tempos de Davi, e nela um relato dos vários benefícios que lhes foram concedidos, da sua grande ingratidão e do ressentimento divino; Cujo propósito é admoestá-los e adverti-los contra cometer pecados semelhantes, para que não sejam rejeitados de Deus, como seus pais foram e perecem: alguns escritores judeus, como Arama observa, interpretam este salmo dos filhos de Efraim saindo Do Egito antes do tempo designado.

Este salmo é histórico, é uma narrativa das grandes misericórdias que Deus havia concedido a Israel, os grandes pecados com que o tinham provocado, e as muitas fichas de seu desagrado que tinham sido por seus pecados. O salmista começou, no salmo precedente, a relacionar as maravilhas de Deus da antiguidade, para seu próprio encorajamento em um momento difícil lá que ele interrompeu abruptamente, mas aqui retoma o assunto, para a edificação da igreja, e amplia muito sobre ele, mostrando Não só o quão bom Deus tinha sido para eles, que era um sério de maior acabamento misericórdia, mas quão bàsicamente eles tinham conduzido-se para Deus, o que justificou-o em corrigi-los como ele fez neste momento, e proibiu todas as queixas. Aqui está:

I. O prefácio a esta história da igreja, comandando a atenção do tempo presente para ela e recomendando-a ao estudo das gerações vindouras, Salmos 78: 1-8.

II. A própria história de Moisés a Davi é colocada em um salmo ou canção para que seja melhor lembrada e transmitida à posteridade, e que o canto dela possa afetá-los com as coisas aqui relacionadas, mais do que seriam com um bare Narrativa deles. O escopo geral deste salmo que temos (Salmo 78: 9-11), onde é notado o presente repreensões que estavam sob (Salmo 78: 9), o pecado que os trouxe sob essas repreensões (Salmo 78:10), e As misericórdias de Deus para com eles anteriormente, que agravaram esse pecado, Salmos 78:11. Quanto aos detalhes, estamos aqui contados:
1. Que obras maravilhosas Deus tinha feito para eles, tirando-os do Egito (Salmo 78: 12-16), providenciando-os no deserto (Salmo 78: 23-29), Assolando e arruinando os seus inimigos (Salmo 78: 43-55), e finalmente colocando-os na possessão da terra da promessa, Salmo 78: 54,55.
 Quão ingratos eles foram a Deus por seus favores a eles e quantas e grandes provocações de que eles foram culpados. Como eles murmuraram contra Deus e desconfiaram dele (Salmo 78: 17-20), e fizeram apenas falsificar arrependimento e submissão quando os puniu (Salmo 78: 34-37), entristecendo-o e tentando-o, Salmos 78: 40-42. Como eles afrontaram Deus com suas idolatrias depois que chegaram a Canaã, Salmo 78: 56-58. 3. Como Deus justamente os castigou por seus pecados (Salmo 78: 21,22) no deserto, fazendo deles o seu castigo (Salmo 78: 29-33), e agora, ultimamente, quando a arca foi tomada pelo Filisteus, Salmos 78: 59-64.

4. Como graciosamente Deus os poupou e voltou em misericórdia para eles, não obstante suas provocações. Ele os havia perdoado anteriormente (Salmos 78: 38,39), e agora, ultimamente, havia removido os julgamentos que eles tinham trazido sobre si mesmos, e os trouxe sob um estabelecimento feliz tanto na igreja quanto no estado, Salmo 78: 65-72. Como o alcance geral deste salmo pode ser útil para nós no canto dele, para nos colocar em lembrar o que Deus tem feito por nós e por sua igreja antigamente, e o que temos feito contra ele, então os detalhes também podem ser De uso para nós, para a advertência contra os pecados de incredulidade e ingratidão que Israel de idade foi notoriamente culpado de, eo registro de que foi preservado para o nosso aprendizado. "Essas coisas lhes aconteceram como exemplos," 1 Coríntios 10:11; Hebreus 4:11.

Por isso, História da Igreja é tão importante para a igreja moderna.

Do mesmo modo, as Escrituras também fornecem muitas lições preciosas que podem guiar os servos de Deus no presente, livrando-os das armadilhas que lhes estão preparadas, tanto pelos inimigos do Senhor como pelo próprio pecado pessoal. O Salmo 78 é um exemplo do uso dessas lições a fim de educar as novas gerações para que evitem os erros do passado e prossigam rumo ao futuro munidos do desejo e da sabedoria que levam à comunhão de Deus e ao seu serviço. Assim, Asafe declara, logo de início, seu propósito (vv.3,4): “O que nós ouvimos e aprendemos e o que nossos pais nos contaram não esconderemos dos seus filhos. Anunciaremos à próxima geração os louvores do Senhor, o seu poder e os seus feitos maravilhosos” (’asher shama‘nû wanneda‘em wa’avôtênû sifferû-lanû lo’ nekahed mivvenêhem ledôr ’aharôn mesafferîm tehillôt yehwâ we‘ezûzô wenifle’ôtayw ’asher ‘asâ). Seguindo esse propósito, o salmista aponta seis fontes de aprendizado para que o povo de Deus aja com sabedoria e honre ao seu Senhor.

A primeira fonte de aprendizado são as instruções de Deus. O salmista, falando das ações divinas entre o povo de Israel, diz (v.5): “Ele estabeleceu uma norma em Jacó e promulgou uma lei em Israel” (wayyaqem ‘edût beya‘aqov wetôrâ wam beyisra’el). A “lei” (tôrâ), cuja palavra hebraica pode ser também traduzida como “instrução”, além de revelar o caráter de Deus, servia para tornar Israel – por meio da obediência – o povo reto que serviria seu Senhor. Por isso, Deus disse a Abraão: “Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo” (Gn 18.19). Nesse mesmo sentido, o salmista continua sua colocação reafirmando a necessidade, conforme a própria instrução divina (Dt 6.7; 11.19), de se transmitir às gerações posteriores as palavras e a revelação de Deus sobre ele mesmo e sobre seus desejos: “Ele ordenou aos nossos pais que ensinassem aos seus filhos” (tsiwwâ ’et-’avôtênû lehôdî‘am livnêhem). O objetivo é produzir uma geração que conheça o temor e a comunhão do Senhor (v.7): “A fim de que coloquem em Deus a sua confiança e não se esqueçam dos feitos de Deus, mas guardem seus mandamentos” (weyasîmû be’lôhîm kislam welo’ yishkehû ma‘allê-’el ûmitsôtayw yintsorû).

A segunda fonte de aprendizado são os erros dos antepassados. A instrução divina deveria produzir obediência, mas não foi o que aconteceu. Em lugar disso, o salmista cita os tristes fatos da história da geração que deixou o Egito em meio aos grandes feitos de Deus (vv.10): “Eles não guardaram a aliança de Deus e se recusaram a andar em sua lei” (lo’ shomrû berît ’elohîm ûbetôratô me’anû laleket). A razão disso, apesar de parecer absurdo diante de tudo que viram, foi que (v.11) “eles se esqueceram dos seus feitos e dos seus prodígios os quais [Deus] lhes mostrou” (wayyishkehû ‘alîlôtayw wenifle’ôtayw ’asher her’am). Esse ato de “esquecer” não se refere a um tipo de amnésia, mas sim, desvalorizar o que aconteceu – que não foi pouco (vv.12-16) – quando tais lembranças deveriam mudar seu modo de viver e de se relacionar com Deus. Em outras palavras, eles escolheram ser rebeldes diante do Senhor. Por isso, ainda que Deus tenha feito coisas incomparáveis em favor dos israelitas (v.17), “eles continuaram pecando contra ele, desafiando o Altíssimo no deserto.” (wayyôsîfû ‘ôd lahato’-lô lamrôt ‘elyôn batsîyâ). Essa rebelião é descrita pelo salmista por meio de colocações irreverentes e perguntas desafiadoras dos israelitas (vv.18-20). O erro deles foi tão gritante, sem falar da consequência na forma da ira divina (v.21), que qualquer um que olhasse para esse momento triste da história poderia aprender como não agir e, também, ser incentivado a confiar em Deus, fazendo o oposto do que fez aquela geração perversa (v.22).

A terceira fonte é a provisão divina. Apesar da ira contra o pecado, o Senhor não abandonou o povo à sua própria sorte no deserto infértil. Sua resposta ao desafio desrespeitoso da parte dos israelitas (v.20), ao contrário do que se poderia esperar, foi supri-los com o alimento de que tanto necessitavam (vv.23,24): “Ele deu ordem às mais altas nuvens e abriu as portas dos céus. Assim, fez chover sobre eles o maná para que comessem e lhes deu um cereal celestial” (waytsan shehaquîm mimma‘al wedaltê shamayim patah wayyamter ‘alêhem man le’ekol ûdegan-shamayim natan lamô). Os cereais são produzidos na terra, mas o que Deus lhes deu no meio do deserto veio dos céus, miraculosamente colhido das nuvens. Incrivelmente, nem isso fez com que Israel voltasse seu coração para quem lhes supria de pão, de carne e de toda provisão, proteção e amor que jamais pudessem imaginar (vv.25-31). Apesar do mau exemplo desses israelitas, essa lição ainda testifica da prontidão divina em suprir seus servos.

A quarta é a disciplina do Senhor. Apesar de tudo que Deus fez, os israelitas (v.32) “pecaram novamente e não creram nos seus prodígios” (hate’û-‘ôd welo’-he’emînû benifle’ôtayw). Por causa do caráter de Deus, o pecado gerou punição (v.33). Contudo, essa punição não vinha sobre eles para extingui-los e extirpá-los da face da Terra. Vinha em tal medida e forma que é possível perceber o intuito divino de disciplinar o povo para que se voltasse a ele. O intento era alcançado e Israel, ao sofrer o castigo, demonstrava arrependimento (v.34): “Quando [o Senhor] os abateu, eles o buscaram, arrependeram-se e procuraram prontamente a Deus” (’im-haragam ûderashûhû weshavû weshiharû-’el). Se antes eles “se esqueceram” dos feitos benéficos do Senhor, depois da disciplina (v.35), “eles se lembraram que Deus é a sua rocha e que o Deus altíssimo é o seu resgatador” (wayyizkerû kî-’elohîm tsûram we’el ‘elyôn go’alam). Infelizmente, o salmista – e também a história de Israel no Antigo Testamento – mostra que esse arrependimento, quando surgia, era superficial e imperfeito (vv.36,37). Não obstante, o Senhor não os destruiu por ser um Deus misericordioso (v.38) “Ele é compassivo, perdoa a iniquidade e não destrói” (wehû’ rahûm yekaffer ‘aôn welo’-yashhît). Assim, é possível aprender a temer e a amar o Senhor ao olhar para sua disciplina e para o modo como ele dosa a justiça e a misericórdia no trato com os seus (vv.40-53).

A quinta fonte de aprendizado é a soberania de Deus. A dura jornada no deserto terminou quando Israel se viu às margens do Jordão (v.54) com a missão de invadir a terra da promessa e conquistá-la. Porém, as nações que deveriam ser desalojadas eram mais poderosas que Israel e possuíam cidades com fortes muralhas (Dt 9.1,2). Mesmo assim, o Senhor prometeu que lhes daria aquela terra pelo seu próprio poder (Dt 9.3). O salmista confirma o sucesso da ação divina de vencer os inimigos e dar a terra a Israel (v.55): “Ele expulsou os povos de diante deles, sorteou as porções da herança e fez as tribos de Israel habitarem nas suas casas” (waygaresh miffenêhem gôyim wayyaffîlem behevel nahalâ wayyashken be’aholêhem shivtê yisra’el). O mesmo poder se fez ver, já na terra, de diversas maneiras, seja trazendo inimigos contra os pecadores como punição (vv.60-64 cf. vv.56-59), seja livrando-os da completa ruína (vv.65,66). O fato é que se pode aprender que o Senhor Deus guia toda a história, todas as nações, todas as guerras e todos os poderes com sua palavra irresistível.

Por fim, a sexta fonte de aprendizado são os decretos divinos. O salmista ressalta que o Senhor tem planos que não se submetem às circunstâncias. Por isso, apesar de José ter sido destacado entre seus irmãos pela sua fidelidade e procedimento na terra do Egito, seus descendentes – entre eles, a tribo de Efraim – não foram escolhidos para abrigarem nem o local do templo do Senhor (vv.67-69 – Sião, ou Jerusalém, fica no território benjamita, anexado a Judá na divisão dos reinos em 931 a.C.), nem a casa real de Israel (vv.70-72). Em seu lugar, Deus decretou que Judá fosse a tribo detentora de tais privilégios, decreto este que fora feito muito tempo antes, quando Jacó abençoou seus filhos antes de morrer: “O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de entre seus pés” (Gn 49.10a). Nada pode mudar os projetos de Deus, nem impedi-lo de cumprir o que prometeu, nem mesmo a improbabilidade de um simples pastor de ovelhas como Davi vir a ser rei de uma nação. Essa é, de fato, uma grande lição vinda do estudo bíblico, não só sobre os planos e decretos do Senhor soberano, mas também sobre sua capacidade de realizá-los e sua fidelidade em cumpri-los.

Ao que tudo indica, o escritor escreveu esse salmo para produzir no povo arrependimento, temor, obediência e fidelidade a Deus. Talvez, a condição espiritual dos leitores dos seus dias não fosse a melhor e, por isso, mais do que nunca, era preciso voltar os olhos para as Escrituras e aprender lições que o passado conservou com a finalidade de produzir correção e sabedoria – valores fundamentais para os servos de Deus. Arrisco-me a dizer que a necessidade dos “nossos dias” não é diferente. Nós também precisamos olhar para a Palavra de Deus e aprender com seus tesouros. Afinal, “toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (1Tm 3.16).(notas fonte Ig. Batista da Redenção).